Breaking

Rosa minha.

Não poderia compará-la querida, senão a uma rosa, a minha flor preferida, de todas, a mais formosa. Teu perfume, fresco e suave se confunde com a brisa da manhã, com tal encanto, tamanha beleza, eu querida, com certeza sou teu fã. Não posso vê-la doutra forma mais gostosa, senão imaginá-la assim, na beleza de uma rosa, florescendo em meu jardim. És a fragilidade em pessoa meu amor, a delicadeza singela de uma pétala de flor, a mesura feminina, uma linda mulher, muitas vezes tão bela menina. Não minha vida, não há como esquecê-la, muito menos não desejá-la, quero sim, meu amor, quero tê-la como jamais quis ter outra pessoa. Ainda que nos afaste os obstáculos, ainda que nos pareça a vida tão dura, mas meu amor, este certamente perdura e vencerá qualquer barreira. Não és alguém comum, assim que se diga normal, és uma mulher singular, altamente especial, que me cativou com doçura e talento, tanta candura e alento que tornou-se impossível não te querer. A cada minuto que passa, encontro em voce mais graça, mais de tí encontro em mim e não tenho dúvida querida, se és assim tão maravilhosa, delicada que nem a rosa e perfumada que nem jasmim, foi Deus que te fez assim.

Seguidores do Google

Matéria de Hoje

You Tube | Canal Fala, Sério! | Por Elaine Sério.

  Esta jovem carioca de sobrenome curioso não traz em sua imensa bagagem de atributos apenas a beleza física e a simpatia, mas a empreen...

Outras Páginas do Autor

Quem sou eu

Minha foto

Tony Casanova, brasileiro, natural de Salvador-BA, escreve desde 1976 e é fundador e administrador do Projeto Roda Cultural, instituição virtual de apoio ás Artes e Artistas em geral. Autor dos E-books "Panorama da Artes", "No Litoral das Relações" , "Relações Instáveis", "O Amor Fala Francês", "O amor segundo a Bíblia", este último inspirado em uma matéria sua publicada no blog Mesa Farta e que teve mais de 10.000 leitores. O escritor Tony Casanova escreve em vários estilos, tendo herdado suas técnicas a partir de leituras feitas a partir de grandes vultos da literatura brasileira, entre os quais estão Castro Alves, Rui Barbosa, Cora Coralina, Érico Veríssimo, Carlos Drummond de Andrade e outros. Gosta do estilo lírico e tem forte inclinação a esta técnica. O autor tem várias publicações em suas páginas da internet. Entre os gêneros literários que escreve estão a Crônica, Poesia, Poema, Ficção e Romance.