Breaking

Feliz é quem ama.

Nem percebi quando o inverno chegou, nem vi que se aproximou, não vi nada. Estava tão tomado de mágoa, de decepção que me fugiu a ideia desta nova estação. Enfim o inverno! Mas meu coração já frio poderia congelar e morrer, pois para ele já não havia calor, não havia esperanças, nem amor. Um coração magoado sofre, sofre muito se querem saber, somente quem sente, quem já sofreu pode descrever. A gente chora mansinho a dor da saudade de quem já nem queremos mais por perto. Há uma luta entre a cabeça e o coração, um dizendo que sim, o outro dizendo que não. Mas que coisa chata, esta pachorra, esta situação de melancolia, este tédio. Parece que nada irá resolver, não há o que fazer, nem remédio. Só que o coração nos prega peças enormes, nos engana, ele nos deixa baixar a guarda, nos faz acreditar que tudo passou e de repente: Eis a nossa frente, um novo amor. Foi assim que encontrei a cura daquela vida estranha, tediosa e sem alegria. Foi como se deitasse, dormisse e ao acordar; novo sol, novo dia. Transformei tudo que estava arrumadinho na minha vida, numa bagunça bonita, plantei sorrisos nos lábios, pus no rosto alegria, acabei com a tristeza, matei a agonia, tudo isso fiz em mim, semeei flores no deserto e transformei em um jardim. Vi cores que não enxergava na vida, todo tipo de flores, aves, cantos e canções. Parece até uma primavera em pleno inverno, capaz de tornar em céu o inferno e ressuscitar corações. Meu coração renasceu, emergiu das sombras e meus olhos brilharam diante dos teus, então chorei, mas não como antes chorava, cabisbaixo e desolado, chorava porque nunca desta forma havia amado. E o amor nos faz ver a alma sem enxergar o corpo, nos faz ver a maturidade sem ver a idade, nos faz perceber a adolescência nos gestos de uma senhora, o amor nos transforma, nos completa e com sua magia nos libera sonhos que estavam escondidinhos dentro de nós. O amor é a vida, é a esperança, é a vitória, nossos pensamentos, nossas ações e nossa voz. O amor é tudo e feliz é quem ama. Por Tony Casanova - Direitos Autorais e Copyright reservados ao autor.

Seguidores do Google

Matéria de Hoje

You Tube | Canal Fala, Sério! | Por Elaine Sério.

  Esta jovem carioca de sobrenome curioso não traz em sua imensa bagagem de atributos apenas a beleza física e a simpatia, mas a empreen...

Outras Páginas do Autor

Quem sou eu

Minha foto

Tony Casanova, brasileiro, natural de Salvador-BA, escreve desde 1976 e é fundador e administrador do Projeto Roda Cultural, instituição virtual de apoio ás Artes e Artistas em geral. Autor dos E-books "Panorama da Artes", "No Litoral das Relações" , "Relações Instáveis", "O Amor Fala Francês", "O amor segundo a Bíblia", este último inspirado em uma matéria sua publicada no blog Mesa Farta e que teve mais de 10.000 leitores. O escritor Tony Casanova escreve em vários estilos, tendo herdado suas técnicas a partir de leituras feitas a partir de grandes vultos da literatura brasileira, entre os quais estão Castro Alves, Rui Barbosa, Cora Coralina, Érico Veríssimo, Carlos Drummond de Andrade e outros. Gosta do estilo lírico e tem forte inclinação a esta técnica. O autor tem várias publicações em suas páginas da internet. Entre os gêneros literários que escreve estão a Crônica, Poesia, Poema, Ficção e Romance.