Breaking

Cultura | Comportamento | O Que Nós Temos Guardado?

 A mente humana é sem dúvida um mecanismo complexo e tudo que sabemos sobre ela está pautado em suposições, nada que de fato possa transmitir uma imagem próxima deste complexidade fascinante. É a mente responsável pelo direta pelo comando das ações e sendo assim, uma gestora da energia vital que possuímos e as atividades que desenvolvemos. Na mente estão todas as informações necessárias para o comando de ações que consequentemente podem trazer benefícios ou malefícios ao homem. É como uma espécie de "disparo" de comando onde uma ordem é enviada e o corpo logo obedece e por esta razão podemos afirmar que a mente é o centro de controle das nossas ações.

  O composto cronológico humano define-se em passado, presente e futuro, ou seja, sua história é construída a partir das ações passadas, das ações presentes e daquelas que ainda serão feitas. Hoje vamos no deter nas ações passadas, aquelas que ficam guardadas em uma espécie de depósito mental e são chamadas de "memórias". Ali, no baú imaginário, temos as lembranças de todas as ações cometidas e suas consequências e misturados estão os momentos bons e ruins como alegrias, tristezas, mágoas, decepções, rancor, ódio, enfim. Tais lembranças, enquanto guardadas são presumivelmente inofensivas, mas em muitos casos esta não é a verdade.

 Quando guardamos lembranças ruins, coisas que nos fizeram mal de alguma forma no passado, é como se guardássemos no baú uma enorme quantidade de granadas, que embora momentaneamente não representem perigo algum, podem a qualquer momento explodir e nos prejudicar de forma bastante grave. Por mais que tudo pareça seguro e estas lembranças não aparentem perigo para nós, o perigo é iminente e a qualquer momento poderemos ser vítimas de uma bomba que nós mesmo guardamos. 

   Apesar de tudo que o homem desenvolveu e de todo o seu conhecimento acerca da Tecnologia, a mente humana permanece como um gigantesco enigma. Tudo que pode ser visto e tocado foi estudado e desvendado por nós, mas a mente não é um complexo que pode ser visto ou tocado e por esta razão tudo que sabemos são teorias e suposições. Mesmo tendo a Medicina estudado o Cérebro e desvendado e revelado parte dos seus mistérios, a mente humana vai muito além deste organismo e jamais será possível determinar a extensão da sua complexidade. 

  Eu, em opinião explicitamente particular, imagino que seja mais fácil entender a mente através de audições e observações individuais do que tentar entendê-la como um todo. Ainda que indivíduo A fosse estudado e através dele eu pudesse ter noção da sua mente, ela com certeza seria diferente da mente do indivíduo B, assim cada indivíduo possui sua própria mente que determina suas ações com base naquilo que encontra em seu baú. Por esta razão é importante possuir um baú limpo, uma mente higienizada das lembranças nocivas que se guardadas poderão nos trazer prejuízos.

  Em um resumo da questão, vale saber que é extremamente perigoso para nós mesmos guardarmos lembranças que despertem sentimentos ruins. Não é algo sábio, prudente e muito menos sensato manter preservadas todas as memórias que um dia nos fizeram chorar, sofrer, sentir dores e mágoas, pois no momento em que tais lembranças vem á tona, elas causam um prejuízo ainda maior do que quando eram presentes. O primeiro tijolo que colocamos na construção do futuro consiste na derrubada de todos os tijolos passados, mesmo porque não se pode por um tijolo se já tem um no lugar. Esta é uma decisão individual, uma escolha só nossa onde temos que decidir se queremos em nossas vidas uma nova construção ou apenas uma reforma que conserva tijolos velhos e os mistura com tijolos novos trazendo o risco de cair tudo que for erguido.
   
Texto do Escritor e Autor Tony Casanova. Todos os Direitos Reservados e garantidos pelas Leis Nacionais e Internacionais de Proteção aos Direitos de Propriedade Intelectual. Proibida a cópia, colagem, reprodução ou divulgação de qualquer natureza, do todo ou parte dele, independente dos meios ou fins. A violação destes Direitos constitui-se crime e está passiva das punições legais cabíveis. 

Saiba mais do autor NESTE LINK
.............................................................................................................

   Culture | Behavior | What We Have Saved?

  The human mind is undoubtedly a complex mechanism, and everything we know about it is based on assumptions, nothing that can actually convey a close picture of this fascinating complexity. It is the mind responsible for direct action control and thus being a manager of the vital energy we possess and the activities we develop. In the mind are all the information necessary for the command of actions that consequently can bring benefits or harms to the man. It is like a kind of "firing" of command where an order is sent and the body obeys soon and for this reason we can affirm that the mind is the control center of our actions.

  The human chronological compound is defined in past, present and future, that is, its history is constructed from past actions, present actions and those that will still be made. Today we will not dwell on past actions, those that are kept in a kind of mental deposit and are called "memories." There, in the imaginary chest, we have the memories of all the actions committed and their consequences and mixed are the good and bad moments like joys, sorrows, sorrows, disappointments, rancor, hatred, finally. Such memories, while stored are presumably harmless, but in many cases this is not the truth.

 When we keep bad memories, things that have done us some harm in the past, it is as if we keep an enormous amount of grenades in our trunks, which, although momentarily do not represent any danger, can at any moment explode and harm us in a very serious way. As much as everything seems safe and these memories do not seem to be dangerous to us, the danger is imminent and at any moment we may be victims of a bomb that we ourselves keep.

   Despite all that man has developed and all his knowledge about Technology, the human mind remains a gigantic enigma. Everything that can be seen and touched has been studied and unveiled by us, but the mind is not a complex that can be seen or touched and for this reason all we know are theories and assumptions. Even though Medicine has studied the Brain and unveiled and revealed some of its mysteries, the human mind goes far beyond this organism and it will never be possible to determine the extent of its complexity.

  I, in an explicitly private opinion, imagine that it is easier to understand the mind through individual auditions and observations than to try to understand it as a whole. Even if individual A were studied and through him I could have notion of his mind, it would certainly be different from the mind of individual B, so each individual has his own mind that determines his actions based on what he finds in his chest. For this reason it is important to have a clean chest, a sanitized mind of the harmful memories that if saved can bring us losses.

  In a nutshell, it's extremely dangerous for us to keep memories that arouse bad feelings. It is not wise, prudent, and far less sensible to preserve all the memories that once made us cry, suffer, feel pain and sorrow, for at the moment when such memories come to light, they cause even greater harm than when they were Gifts. The first brick that we put in the construction of the future consists in the overthrow of all the past bricks, even though you can not by a brick if you already have one in place. This is an individual decision, a choice only ours where we have to decide if we want in our lives a new construction or just a renovation that conserves old bricks and mix them with new bricks bringing the risk of falling everything that is erected.
   
Writer Text and Author Tony Casanova. All Rights Reserved and guaranteed by the National and International Laws for the Protection of Intellectual Property Rights. No part of it may be copied, collated, reproduced or disseminated, regardless of its means or purpose. The violation of these Rights constitutes a crime and is passive of the applicable legal punishments.

Learn more about the author IN THIS LINK
.................................................. .................................................

  Cultura | Comportamiento | Lo que Hemos Ahorrado?

  La mente humana es sin duda un mecanismo complejo y todo lo que sabemos de ella es guiada por hipótesis, nada en realidad puede transmitir una imagen siguiente de esta fascinante complejidad. Es la mente la responsable del mando directo de las acciones y, por tanto, una gestión de la energía vital que tenemos y las actividades que desarrollamos. En la mente son toda la información necesaria para controlar las acciones que en consecuencia pueden beneficiar o perjudicar al hombre. Es como una especie de comando "disparador", donde se envía una orden y el cuerpo pronto sigue y por esta razón se puede decir que la mente es el centro de control de nuestras acciones.

  compuesto cronológico humano se define en el pasado, presente y futuro, es decir, su historia se construye a partir de las últimas acciones del presente y las acciones que quedan por hacer. Hoy vamos a mantener las acciones pasadas, los que se almacenan en una especie de depósito mental y son llamados "recuerdos". Allí, en el tronco imaginario, tenemos la memoria de todas las acciones cometidas y sus consecuencias, y se mezclan los buenos y malos como la felicidad, la tristeza, la tristeza, la desilusión, la amargura, el odio, de todos modos. Tales recuerdos, mientras almacenados son supuestamente inofensivos, pero en muchos casos esto no es cierto.

 Cuando mantenemos malos recuerdos, cosas que nos han hecho daño de alguna manera en el pasado, es como hemos mantenido en el maletero una gran cantidad de granadas que, aunque momentáneamente no plantea ningún peligro, podrá en cualquier momento a explotar y hacernos daño muy grave. Por mucho que todo se siente seguro y estas memorias no aparecen peligro para nosotros, el peligro es inminente y en cualquier momento podemos ser víctimas de una bomba que lo mantenemos.

   Después de todo lo que el hombre ha desarrollado y todo su conocimiento acerca de la tecnología, la mente humana sigue siendo un gigante rompecabezas. Todo lo que se puede ver y tocar fue estudiado y desentrañado para nosotros, pero la mente no es un complejo que puede ser visto o tocado y por esta razón todo lo que sabemos son teorías e hipótesis. A pesar de que la medicina estudió el cerebro y se deshizo y reveló parte de sus misterios, la mente humana va más allá de este cuerpo y nunca será posible determinar el grado de su complejidad.

  I, en particular explícitamente opinión, creo que es más fácil de entender la mente a través de audiencias y observaciones individuales que tratar de entenderlo en su conjunto. Aunque se ha estudiado el individuo A través de él y pude tener una idea de su mente, sin duda sería diferente de la mente individuo B, por lo que cada individuo tiene su propia mente que determina sus acciones sobre la base de lo que está en su pecho. Por esta razón, es importante contar con un cofre de una mente limpia aséptica de recuerdos dañinos se almacenan nos puede hacer daño.

  En un resumen del tema, sabemos que es extremadamente peligroso para nosotros guardamos recuerdos que despiertan sentimientos negativos. No es algo sabio, prudente y mucho menos razonable mantener conservado todos los recuerdos que una vez que nos hicieron llorar, sufrir, sentir dolor y la pena, por el momento este tipo de recuerdos vienen a la superficie, que causan un daño aún mayor que cuando eran los regalos. El primer ladrillo en lugar del futuro edificio consiste en la tala de todos los ladrillos del pasado, incluso porque no se puede con un ladrillo si ya tiene uno en su lugar. Esta es una decisión individual, una opción sólo nuestro donde tenemos que decidir si queremos en nuestras vidas un nuevo edificio o simplemente una reforma que conserva los antiguos ladrillos y mezcla con nuevos ladrillos que lleva el riesgo de caer todo se construye.
   
Escritor de texto y el autor, Tony Casanova. Todos los derechos reservados y garantizados por leyes nacionales y Protección Internacional de los Derechos de Propiedad Intelectual. La copia, el collage, reproducción o divulgación de cualquier tipo, de todos o parte de ella, independientemente de los medios o extremos. La violación de estos derechos constituye un delito y es pasiva de las sanciones legales aplicables.

Más información este autor ENLACE 

   

Seguidores do Google

Matéria de Hoje

You Tube | Canal Fala, Sério! | Por Elaine Sério.

  Esta jovem carioca de sobrenome curioso não traz em sua imensa bagagem de atributos apenas a beleza física e a simpatia, mas a empreen...

Outras Páginas do Autor

Quem sou eu

Minha foto

Tony Casanova, brasileiro, natural de Salvador-BA, escreve desde 1976 e é fundador e administrador do Projeto Roda Cultural, instituição virtual de apoio ás Artes e Artistas em geral. Autor dos E-books "Panorama da Artes", "No Litoral das Relações" , "Relações Instáveis", "O Amor Fala Francês", "O amor segundo a Bíblia", este último inspirado em uma matéria sua publicada no blog Mesa Farta e que teve mais de 10.000 leitores. O escritor Tony Casanova escreve em vários estilos, tendo herdado suas técnicas a partir de leituras feitas a partir de grandes vultos da literatura brasileira, entre os quais estão Castro Alves, Rui Barbosa, Cora Coralina, Érico Veríssimo, Carlos Drummond de Andrade e outros. Gosta do estilo lírico e tem forte inclinação a esta técnica. O autor tem várias publicações em suas páginas da internet. Entre os gêneros literários que escreve estão a Crônica, Poesia, Poema, Ficção e Romance.