Breaking

Cultura | Valor e Preço | A Distinção Entre Eles.

  Ainda há quem confunda as expressões que determinam o valor e o preço, mas como nas linguagens existem variantes diversas para muitos conceitos, ás vezes caímos em ciladas linguísticas que nos arremetem ao erro. Não afirmo que em algumas conotações estas palavras não  possam ser semelhantes, de fato o são, mas não que esta possa ser uma regra geral. Vou exemplificar rapidamente para você afim de que entenda melhor a questão: Colecionadores costumam comprar ou vender cédulas antigas, pagando por elas um bom preço. Ora, as cédulas quanto mais antigas maior o valor atribuído á elas (neste caso o valor é simbólico, determinado pelo interesse). Como são antigas e estão em desuso, tornam-se objeto de coleção, aguçando o interesse daqueles que colecionam, mas no mercado financeiro, o valor para estas cédulas ou mesmo moedas, não existe. Trata-se apenas de papel ou metal sem valor, portanto sem preço.
  Temos então nesta equação algumas diferenciações como os VALORES COMERCIAIS, os VALORES SIMBÓLICOS e os VALORES EMOCIONAIS, onde cada um é aplicado de acordo com a situação em que se enquadra. Aos objetos como bens e patrimônios são atribuídos um preço para a aquisição, pois estão na base do interesse comum e possuem valor comercial. Cabe porém uma ressalva de que nenhum objeto, bem ou patrimônio perde o seu valor ainda que não possua preço, pois os valores estão acima dos preços e um valor é determinado pelo interesse, seja ele simbólico ou emocional, temos portanto uma importante diferença entre valores e preços. Nem tudo que tem valor está á venda e pode não possuir preço, mas conserva o valor pela estima de quem possui.
  Podemos então afirmar que o preço é a opção de aquisição daquilo que está á disposição para venda, sendo portanto diminuto o interesse no valor de quem possui e ampliado o interesse quem adquire. Mais valoriza aquele que compra do que aquele que vende e mais ainda daquele que possui e não se interessa em vender.  Valores simbólicos e emocionais são inegociáveis por não se atribuir a eles um preço, mas conservar-se intacto os seus valores. Temos portanto outra diferença entre PREÇO e VALOR. 
  Há várias modalidades de atribuição de preços para os valores onde podem ser feitas trocas de produtos, bens ou serviços por dinheiro, permutas onde se troca favores, enfim existem várias maneiras de se fazer negócio, mas não com valores emocionais ou simbólicos. Chegamos então á conclusão de que o dinheiro é apenas uma das opções de troca para a aquisição de valores e que é enorme a variação destas formas de comércio. É possível afirmar, como tantos já o fizeram; que "Tudo tem seu preço", mas cabe lembrar que nem tudo que tem preço, tem valor e que também nem tudo que tem valor está á venda. 
  Vou finalizar deixando aqui uma citação minha que fala sobre este tema, mas antes uma frase popular de autor desconhecido servirá como ilustração do nosso título de hoje:

  "Se as coisas foram feitas para se usar e as pessoas para se amar, por que amamos as coisas e usamos as pessoas?" (Autoria desconhecida).

  "Aquilo ou aqueles que realmente amamos e que de fato valorizamos não deve possuir preço, mas ter seus valores conservados para que nunca nunca façamos negócios." (Citação do Escritor Tony Casanova).

  
Texto do Escritor e Autor Tony Casanova. Todos os Direitos Reservados e garantidos pelas Leis Nacionais e Internacionais de Proteção aos Direitos de Propriedade Intelectual. Proibida a cópia, colagem, reprodução ou divulgação de qualquer natureza, do todo ou parte dele, independente dos meios ou fins. A violação destes Direitos constitui-se crime e está passiva das punições legais cabíveis. 

Saiba mais do autor NESTE LINK
........................................................................................................................

  Culture | Value and Price | The Distinction Among Them.

 There are still those who confuse the expressions that determine value and price, but as in languages ​​there are different variants for many concepts, sometimes we fall into linguistic pitfalls that lead us to error. I do not say that in some connotations these words can not be similar, in fact they are, but not that this can be a general rule. I will give a quick example to you in order to understand the question better: Collectors usually buy or sell old bills, paying them a good price. Now, the older the greater the value assigned to them (in this case the value is symbolic, determined by interest). Because they are old and out of date, they become objects of collection, sharpening the interest of those who collect, but in the financial market, the value for these bills or even coins, does not exist. It's just worthless paper or metal, so no price.
  We then have in this equation some differentiations such as COMMERCIAL VALUES, SYMBOLIC VALUES and EMOTIONAL VALUES, where each one is applied according to the situation in which it fits. Objects such as goods and capital are assigned a price for acquisition, as they are based on common interest and have commercial value. However, there is a caveat that no object, good or property loses its value even if it has no price, since the values ​​are above the prices and a value is determined by the interest, be it symbolic or emotional, we have therefore an important difference between values And prices. Not everything that has value is for sale and may have no price, but retains value for the esteem of who owns.
  We can then say that the price is the option of acquiring what is available for sale, and therefore the interest in the value of who owns and enlarged the interest is acquired. The more you value the one you buy than the one that sells and the more that you own and do not want to sell. Symbolic and emotional values ​​are non-negotiable because they are not given a price, but their values ​​remain intact. So we have another difference between PRICE and VALUE.
  There are several modalities of price allocation for values ​​where exchanges of goods, goods or services can be made for money, exchanges where favors are exchanged, there are many ways of doing business, but not with emotional or symbolic values. We came to the conclusion that money is just one of the exchange options for the acquisition of values ​​and that the variation of these forms of commerce is enormous. It is possible to affirm, as so many have already done; That "Everything has its price", but it should be remembered that not everything that has a price has value and that not everything that has value is for sale.
  I will conclude by leaving here a quotation from me that talks about this topic, but rather a popular phrase by unknown author will serve as an illustration of our title today:

  "If things were meant to be used and people loved, why do we love things and use people?" (Author unknown).

  "That or those that we really love and that we really value should not have a price, but have their values ​​kept so we never do business." (Quote of the Writer Tony Casanova).

  
Writer Text and Author Tony Casanova. All Rights Reserved and guaranteed by the National and International Laws for the Protection of Intellectual Property Rights. No part of it may be copied, collated, reproduced or disseminated, regardless of its means or purpose. The violation of these Rights constitutes a crime and is passive of the applicable legal punishments.

Learn more about the author IN THIS LINK
.................................................. .................................................. ...................

  Cultura | Precio y Precio | La Distinción Entre ellos.

 En el caso de los lenguajes, existen varias variantes para muchos conceptos, a veces caímos en ciladas lingüísticas que nos arremete al error. No afirmo que en algunas connotaciones estas palabras no puedan ser similares, de hecho lo son, pero no que ésta pueda ser una regla general. En el caso de los coleccionistas suelen comprar o vender billetes antiguos, pagando por ellas un buen precio. Ahora bien, las papeletas cuanto más antiguas mayor el valor atribuido a ellas (en este caso el valor es simbólico, determinado por el interés). Como son antiguas y están en desuso, se convierten en objeto de colección, aguzando el interés de aquellos que coleccionan, pero en el mercado financiero, el valor para estas papeletas o incluso monedas, no existe. Se trata sólo de papel o metal sin valor, por lo tanto sin precio.
  En esta ecuación tenemos entonces en esta ecuación algunas diferenciaciones como los VALORES COMERCIALES, los VALORES SIMBÓLICOS y los VALORES EMOCIONALES, donde cada uno es aplicado de acuerdo con la situación en que se encuadra. A los objetos como bienes y patrimonios se les asigna un precio para la adquisición, pues están en la base del interés común y tienen valor comercial. Sin embargo, una señal de que ningún objeto, bien o patrimonio pierde su valor aunque no tenga precio, pues los valores están por encima de los precios y un valor es determinado por el interés, sea simbólico o emocional, tenemos por lo tanto una importante diferencia entre valores Y precios. No todo lo que tiene valor está a la venta y puede no tener precio, pero conserva el valor por la estima de quien posee.
  Podemos entonces afirmar que el precio es la opción de adquisición de lo que está a disposición para la venta, por lo que disminuye el interés en el valor de quien posee y ampliado el interés que adquiere. Más valoriza a aquel que compra que el que vende y más aún de aquel que posee y no se interesa en vender. Los valores simbólicos y emocionales son innegociables por no atribuirse a ellos un precio, pero conservar intacto sus valores. Por lo tanto, hay otra diferencia entre el precio y el valor.
  Hay varias modalidades de asignación de precios para los valores donde se pueden hacer cambios de productos, bienes o servicios por dinero, permutas donde se intercambia favores, en fin hay varias maneras de hacer negocios, pero no con valores emocionales o simbólicos. Llegamos entonces a la conclusión de que el dinero es sólo una de las opciones de cambio para la adquisición de valores y que es enorme la variación de estas formas de comercio. Es posible afirmar, como tantos lo han hecho; "Todo tiene su precio", pero cabe recordar que no todo lo que tiene precio, tiene valor y que tampoco todo lo que tiene valor está a la venta.
  Voy a finalizar dejando aquí una cita mía que habla sobre este tema, pero antes una frase popular de autor desconocido servirá como ilustración de nuestro título de hoy:

  "Si las cosas se han hecho para usarse y las personas para amarse, ¿por qué amamos las cosas y usamos a la gente?" (Autora desconocida).

  "Aquello o aquellos que realmente amamos y que de hecho valoramos no debe tener precio, sino tener sus valores conservados para que nunca nunca hagamos negocios." (Citación del Escritor Tony Casanova).

  
Texto del Escritor y Autor Tony Casanova. Todos los Derechos Reservados y garantizados por las Leyes Nacionales e Internacionales de Protección a los Derechos de Propiedad Intelectual. Prohibida la copia, collage, reproducción o divulgación de cualquier naturaleza, del todo o parte de él, independientemente de los medios o fines. La violación de estos derechos se constituye en delito y está pasiva de las sanciones legales.

Más información del autor EN ESTE LINK

Seguidores do Google

Quem sou eu

Minha foto

Tony Casanova, brasileiro, natural de Salvador-BA, escreve desde 1976 e é fundador e administrador do Projeto Roda Cultural, instituição virtual de apoio ás Artes e Artistas em geral. Autor dos E-books "Panorama da Artes", "No Litoral das Relações" , "Relações Instáveis", "O Amor Fala Francês", "O amor segundo a Bíblia", este último inspirado em uma matéria sua publicada no blog Mesa Farta e que teve mais de 10.000 leitores. O escritor Tony Casanova escreve em vários estilos, tendo herdado suas técnicas a partir de leituras feitas a partir de grandes vultos da literatura brasileira, entre os quais estão Castro Alves, Rui Barbosa, Cora Coralina, Érico Veríssimo, Carlos Drummond de Andrade e outros. Gosta do estilo lírico e tem forte inclinação a esta técnica. O autor tem várias publicações em suas páginas da internet. Entre os gêneros literários que escreve estão a Crônica, Poesia, Poema, Ficção e Romance.

Busque por Tag

# Mulher #103FM #2016 #2017 #8DeMarço #Acidente #Acordeon #Admiração #Adolecentes #Adolescentes #Adversidades #Afogamento #África #Agressão #Aguiar #Ajuda #Alegria #Alimentação #Alimentos #Alma #Amar #Amarela #Amarguras #América #Americano #Amigas #amigos #amizade #Amor #Análise #Android #Angel #Aniversário #Anonimato #Antigos #Antivírus #Apartheid #Aplicativo #Apocalipse #Apoio #App #Aracaju #Arantes #Arte #Artes #Artista #Artistas #Assalto #Assaltos #Assédio #Astros #Atitudes #Atividades #Ator #Ator #José Mayer #Atores #Atriz #Atrizes #Aumentar #Aurea #AutoAjuda #Autoconfiança #Autoestima #Avião #Aviso #Baixa #Base #BBB17 #Beans #Bebida #BeerHouse #Bem #Benção #Benefícios #Bíblia #BigBrother #Bigo #Bigo Live #BigoLive #Blog #Blogger #Bloggers #Blogoferas #Blogueiro #BlogUpp #Brandão #Brasil #Brasileiro #Brazilian #Buscador #Café #Campo #Canção #Câncer #Cantora #CargaTributária #Carinho #Carla #Casal #Casamento #Casanova #Catástrofe #cavalo #Celebridades #Celular #Celulares #Chang #Chapecoense #Chicungunya #Chocolate #Ciberbullying #Cidadania #Cidadão #Cinéfilo #Cinema #Cleyton #Clima #Climatério #CmB #Cohen #comer #Comércio #Comida #como #Comportamento #Compositora #Compra #Compras #Comunicado #Conceito #Conceito #Amor #Confiança #Confissões #Construções #Conto #Contra #Convivência #Copa Sul Americana #Coragem #Corpo #Corrente #Costumes #Cozinha #Crescimento #Criança #Crianças #Crimes #Criminalidade #Crise #Crônica #Cuidados #Culinária #Cultura #Culturais #Cultural #Curiosidades #Cuscuz #Danger #Debora #Decepções #Decisões #Defesa #Definição #Dengue #Denúncia #Depressão #Desaparecido #Descrição #Desempenho #Deus #Dia #DiaDaMulher #DiaDosNamorados #Dicas #Direitos #Discriminação #Discurso #Dispositivos #distinção #Divagações #Doações #Doença #DomingosMontagner #Dor #Dores #Drauzio #Dúvida #E-book #Ecologia #Ecossistema #Educação #Educar #Emilly #Emma #Encontrar #ENEM #Enquete #Entrelinhas #Entrevista #Epidemia #Equilíbrio #Escolha #Escolhas #Escrita #Escritor #Especial #Espécie #Esperança #Estilo #Estréia #Estrutura #Estupro #Ética #Evangelho #Evento #Existência #Experiências #Extinção #Fabia #Fala #Falhas #Fama #Família #Famosos #Fashion #Fato #Fatos #Fé #Febre #Feijões #Felix #Fenômenos #Fênomenos #Figueiredo #Figurinista #Filho #Filhos #Filmes #Firewall #Flime #Food #Força #França #Franco #Freitas #Futebol #GACC #Generosidade #Giácomo #Globalização #Globo #Google #Gordas #Gordinha #Gospel #Graça #Gravidez #Grécia #Gripe #Guilherme #Hallelluja #Harry #Higienização #Hipócrates #Histórias #Hollywood #Homem #Homenagem #HomoSapiens #HongKong #Humanas #Humanidade #Humano #Humor #Hurricanes #Idade #Idosos #Igrejas #Igualdade #Impostos #Indícios #Indonésia #Infância #Infantil #Infidelidade #Influência #Informática #Informe #Injúria #Instagram #Interior #Internacional #Internet #IntolerânciaReligiosa #Investigação #Investigador #Ito #Jackie #JackieChang #James #Julho #Jventude #Kurnia #Laura #LauraAguiar #LavaJato #Legendários #Legião #Legislação #Leitora #Leitura #Lembranças #Lento #Leonard #Letícia #Letra #Liberdade #Limpeza #Linda #Literatura #Live #Livro #Lógica #Maduros #Mãe #Malhação #Mana #Mar #Marcas #Marcos #Martinez #Matérias #Matrimônio #Maturidade #Mecanismos #Medicina #Meditação #Medo #meio-ambiente #Melhores #Melhorias #Mendonça #Menino #Menopausa #Mensagem #Mensagens #Mente #Mentiras #Meteorologia #Milton #Mineira #Miriam #Moda #Model #Monetização #Moral #Morango #Moreno #Morte #Mudanças #Mudos #Mulher #Mulheres #mundo #Musa #Music #Musica #Música #Música #Pais #Nadja #Namorados #Namoro #Não #Nascimento #Natal #Natureza #Negativa #Negócios #Negros #NetLenta #Nickolly #Niver #Nordeste #Nordestino #Notoriedade #Novas #Novidades #Nutrição #Ocidente #Online #Operação #opinião #OqueÉ #Oratória #Orientações #Oriental #Oriente #Orla #Oscar #OutubroRosa #Paixão #Palavra #PapelSocial #Parada #Parceiros #Parcerias #Partidos #Partners #Partnerships #Pautas #Paz #Pena #PenaDeMorte #Penal #Pensamento #Pensamentos #Perdão #Perguntas #Perigo #Pernambuco #Pesquisa #Pesquisar #Planeta #PlusSize #Poder #Poema #Poesia #Poeta #Poetisa #Política #Políticos #PopStar #Potter #Praia #Pre-Venda #preço #Preconceito #Pregnancy #Prêmio #Presentes #Prevenção #Primitiva #Prisão #Problemas #Produtos #Programa #Projeto #Promoção #Prosa #Prova #Provas #Pública #Público #Qualidade #Queda #QuemFoi #Questionário #Raça #Racional #Racismo #Radio #Raízes #Razões #Real #Realidade #Reality #Receita #Recordações #Redação #Rede #Rede Globo #RedeMóvel #RedeRecord #Redes #RedeSocial #Reflexão #Relacionamento #Relações #Religião #Requisitos #Respeito #Responsabilidade #Respostas #Ricardo #Riquezas #Riscos #RJ #Roda #Romance #Roupas #RS #Rural #Saiba Mais #Samuel L Jackson #Sander #Santos #Saudades #saúde #Saudosismo #Seca #Segredinhos #Seguidores #Segurança #Selma #Ser #Sergipe #Seriados #Sertanejo #Sertão #Serviços #SétimaArte #Significado #Simpatia #Sintomas #Smartphone #Smartphones #sobre #Sociabilidade #Social #Socialização #Sociedade #Sofrimento #Solange #Sólida #Solidão #Solidariedade #Sólido #Sonhos #Storms #Streaming #SuBanda #Sugestões #SuperStar #Susllem Tonani #Suspeito #Tammy #Tatiane #Tempestade #Tempestades #Tempo #TerceiraIdade #Terra #Texto #Thaii #Thainá #TheBesrFriend #Theodoro #Tijolos #Tony #Top #Top10 #Top6 #Tornados #Tornar #Tradição #Tradições #Traição #Tristeza #Tristezas #Tróia #trojan #Trombetas #Trovões #Tsunami #Twister #União #Urbana #User #Uso #Usuário #Valentia #Valentine'sDay #valores #Varella #Velhice #Velho #VelhoChico #Velhos #VelhosTempos #Vencê-las #Vendas #Verão #Verdade #Versos #Vestuário #Vicentina #vida #Video #Vídeo #Violência #Virose #Virtual #Vírus #Visitantes #Viva #Viver #Viviane #Votação #Vulneráveis #Web #Youtubbers #Youtube #Zona a chave do meu peito nas mãos da saudade Aguiar Alerta amei uma mulher como se fosse um anjo Amor Ana Apresentador ardendo de paixão Arte Atriz Bigo Live Blogueiro Brazil's Poet Business Caráter chamas do amor Choro da Liberdade Cidade Computadores conto coração de pedra Cultura Cultural Debate Definição Delírio e gozo desejos de uma loba Devaneios DiaDasMães Dica Dinheiro Ele Emma Kurnia esporte este cara sou eu Feliz é quem ama fla flamengo Florzinha Fortaleza fuga das paixões Gotas de amor Indonésia Jakarta Julius Caesar Justiça Kids Laura Literatura Literature loba lua cúmplice Luz Mães Malhação Marcelo Martelo Melhor mengão Mineira morrendo de amor nação rubro-negra Nascimento Nina um anjo de sonhos O poeta e a feira de artes o poeta e a loba o que é ser grande o vento e as pessoas opinião Ostentação Petição Poder Poem poema lobo solitário ll poema Sonata da desolação poema ursinho de pelúcia Poemas Poesia poesia dor amiga Poesia Fel da solidão Poesia Flor encantada poesia o lobo e a loba poesia pequei contra ti poesia rosa minha Poesias Poet of Sergipe Poet Tony Casanova Poeta sergipano Tony Casanova Poeta Tony Casanova Poetry Porto Seguro Presente Profissão Projeto Qualidades Reconhecimento Record Revelação Rezende Riquezas Roda Roda Cultural saudade como ela é Ser imortal Ser mãe Sobre Sobrenatural sonhos de um bebê texto uma cartinha para minha mãe Tony Casanova Top Model Um brinde a nós dois Verses Versos