Qualidade de Vida | Como Viver a Velhice com Estilo?

  A velhice é um destino de todos, afinal para todos o tempo passa, mas poucos são aqueles que conseguem viver a vida com estilo, qualidade de vida. O corpo idoso não possui as mesmas velocidades de ação que tinha quando jovem, isto é verdade, mas nada impede-nos de, mesmo mais lentos, continuarmos a boa prática de ações. O primeiro passo para ter uma vida mais saudável é sair da ociosidade, do limbo da velhice. Deixar de imaginar que velhos devem estar limitados á depressão e ao ócio. Isto não é verdade, mas passará a sê-lo se nós assim o quisermos. Podemos sim promover ações que beneficiarão o nosso corpo e garantirão uma qualidade de vida melhor, basta querermos. Não há nada pior para o ser humano do que a velhice mental quando o homem entrega-se á idade por completo e vive como se vegetasse, sem esboçar nenhuma atitude senão a de estar parado, fazendo nada e olhando a vida passar.
  Para começar teremos que consultar o médico e fazer um check up para sabermos como anda a nossa saúde e assim evitarmos riscos desnecessários. Oriente-se com o profissional sobre quais exercícios são seguros e indicados para você. Lembre-se de que cada caso é um caso. Não é porque seu vizinho da mesma idade anda 60 km que você deva fazer o mesmo. Respeite seus limites e tudo ficará bem. Orientado pelo médico não se preocupe com a pressa, vá devagar e deixe a pressa para os jovens. O objetivo aqui é aproveitar a vida e não acabar com ela! Em geral as caminhadas são bem vindas devendo-se observar apenas qual a distância de percurso indicada para cada caso, mas nunca se aventure a fazer exercícios sem ter feito exames com profissionais de saúde.
  Além disso você pode aproveitar e exercer atividades domésticas corriqueiras como varrer, estender roupas, regar o jardim, ou seja mantenha-se ocupado no seu dia-a-dia, mas ressalvando; nada de bancar o herói ou a heroína e fazer esforços desnecessários como erguer pesos, executar serviços repetitivos em excesso ou se expor a perigos inúteis. Lembre-se de que você é o primeiro cuidador de si mesmo e ninguém é mais capaz que você para isso. Festas e danças podem sim ser frequentadas, por que não? Apenas vale dizer que moderação é a palavra chave para os idosos. Ingerir bebidas alcoólicas para que se você já é feliz? O máximo que você pode conseguir com isso é uma enorme dor de cabeça e um mal estar tão grande quanto.
  Ter qualidade de vida na maturidade é reconhecer que as limitações do seu corpo são agora maiores e que você precisa respeitá-las. Suas ações são mais lentas e seu ânimo já não mais o mesmo, mas em contrapartida você continua com vitalidade suficiente para sair da inércia e partir para a felicidade. É importante o reconhecimento destes limites impostos pelo tempo, então se não dá para correr, ande. Se não der para pular, balance, mas faça algo por você e faça com alegria juvenil, madura, própria de quem sabe que o tempo passou, mas a vida continua firme com você. Bons pensamentos auxiliam o funcionamento mental e te ajudam a recuperar-se dos pensamentos derrotistas. Nada de ficar achando que a vida acabou porque você sabe que não é verdade. Lute, vibre, anime-se e viva, faça isso por você.    

   Texto do Escritor e Autor Tony Casanova. Todos os Direitos Reservados e garantidos pelas Leis Nacionais e Internacionais de Proteção aos Direitos de Propriedade Intelectual. Proibida a cópia, colagem, reprodução ou divulgação de qualquer natureza, do todo ou parte dele, independente dos meios ou fins. A violação destes Direitos constitui-se crime e está passiva das punições legais cabíveis. 
Saiba mais do autor NESTE LINK
............................................................................................................................................... 

  Quality of life | How to Live Old Age with Style?

   Old age is a destination for everyone, after all for all time passes, but few are those who manage to live life with style, quality of life. The old body does not have the same speeds of action as it did when young, that is true, but nothing prevents us from even slower, continuing the good practice of actions. The first step to a healthier life is to get out of idleness, from the limbo of old age. Stop imagining that old people should be limited to depression and idleness. This is not true, but will become so if we so wish. We can promote actions that will benefit our body and guarantee a better quality of life, just want. There is nothing worse for the human being than the mental old age when the man surrenders to the age completely and it lives as if it vegetasse, without sketching no attitude but of being stopped, doing nothing and looking at the life to pass.
  To begin with we will have to consult the doctor and check up to find out how our health is and avoid unnecessary risks. Get professional with what workouts are safe and right for you. Remember that each case is a case. It's not because your neighbor the same age walks 60 miles that you should do the same. Respect your limits and everything will be fine. Guided by the doctor do not worry about the rush, go slow and let the rush to the young. The goal here is to enjoy life and not end it! In general the walks are welcome and you should only observe the distance of course indicated for each case, but never venture to exercise without having done exams with health professionals.
  In addition, you can enjoy and practice everyday household activities such as sweeping, spreading clothes, watering the garden, or keeping busy in your day-to-day life, Nothing to play hero or heroine and make unnecessary efforts such as lifting weights, performing too many repetitive services or exposing ourselves to unnecessary dangers. Remember that you are the first caregiver of yourself and no one is more capable than you for this. Festivals and dances can be frequented, why not? It is only fair to say that moderation is the key word for the elderly. Drinking alcohol so that if you are already happy? The most you can achieve with this is a huge headache and a bad feeling as big as.
  Having quality of life at maturity is to recognize that your body's limitations are now greater and that you need to respect them. Your actions are slower and your mood no longer the same, but in return you continue with enough vitality to get out of inertia and move on to happiness. It is important to recognize these limits imposed by time, so if you can not run, walk. If you can not jump, balance, but do something for yourself and do it with youthful, mature joy, one who knows that time has passed, but life is still firm with you. Good thoughts help mental functioning and help you to recover from defeatist thoughts. Nothing to think life is over because you know it's not true. Fight, vibrate, cheer up and live, do it for yourself.

   Writer Text and Author Tony Casanova. All Rights Reserved and guaranteed by the National and International Laws for the Protection of Intellectual Property Rights. No part of it may be copied, collated, reproduced or disseminated, regardless of the means or purpose. The violation of these Rights constitutes a crime and is passive of the applicable legal punishments.
Learn more about the author IN THIS LINK
.................................................. .................................................. ...........................................

  Calidad de Vida | ¿Cómo vivir la vejez con estilo?

   La vejez es un destino de todos, después de todo para todos el tiempo pasa, pero pocos son aquellos que logran vivir la vida con estilo, calidad de vida. El cuerpo anciano no posee las mismas velocidades de acción que tenía cuando era joven, esto es cierto, pero nada nos impide, incluso más lentos, continuar la buena práctica de acciones. El primer paso para tener una vida más sana es salir de la ociosidad, del limbo de la vejez. Dejar de imaginar que viejos deben estar limitados a la depresión y al ocio. Esto no es verdad, pero pasará a serlo si así lo deseamos. Podemos sí promover acciones que beneficiarán nuestro cuerpo y garantizar una calidad de vida mejor, basta con querer. No hay nada peor para el ser humano que la vejez mental cuando el hombre se entrega a la edad por completo y vive como se vegade, sin esbozar ninguna actitud sino la de estar parado, haciendo nada y mirando la vida pasar.
  Para empezar tendremos que consultar al médico y hacer un chequeo para saber cómo anda nuestra salud y así evitar riesgos innecesarios. Se dirige con el profesional sobre qué ejercicios son seguros y indicados para usted. Recuerde que cada caso es un caso. No es porque su vecino de la misma edad anda 60 km que usted debe hacer lo mismo. Respete sus límites y todo quedará bien. Orientado por el médico no se preocupe por la prisa, vaya despacio y deje la prisa para los jóvenes. El objetivo aquí es aprovechar la vida y no acabar con ella. En general las caminatas son bienvenidas debiendo observarse apenas cuál es la distancia de recorrido indicada para cada caso, pero nunca se aventure a hacer ejercicios sin haber hecho exámenes con profesionales de salud.
  Además, usted puede aprovechar y ejercer actividades domésticas corrientes como barrer, extender ropa, regar el jardín, o sea mantenerse ocupado en su día a día, pero salpando; Nada de bancar al héroe o la heroína y hacer esfuerzos innecesarios como levantar pesos, ejecutar servicios repetitivos en exceso o exponerse a peligros inútiles. Recuerde que usted es el primer cuidador de sí mismo y nadie es más capaz que usted para eso. Las fiestas y las danzas pueden sí ser frecuentadas, ¿por qué no? Sólo vale decir que la moderación es la palabra clave para los ancianos. ¿Ingerir bebidas alcohólicas para que si ya eres feliz? Lo máximo que puedes lograr con eso es un enorme dolor de cabeza y un mal estar tan grande como.
  Tener calidad de vida en la madurez es reconocer que las limitaciones de su cuerpo son ahora más grandes y que usted necesita respetarlas. Sus acciones son más lentas y su ánimo ya no es el mismo, pero en contrapartida usted continúa con vitalidad suficiente para salir de la inercia y partir hacia la felicidad. Es importante el reconocimiento de estos límites impuestos por el tiempo, entonces si no puede correr, ande. Si no puedes saltar, balance, pero haz algo por ti y haz con alegría juvenil, madura, propia de quien sabe que el tiempo pasó, pero la vida sigue firme contigo. Los buenos pensamientos ayudan al funcionamiento mental y te ayudan a recuperarse de los pensamientos derrotistas. Nada de quedarse creyendo que la vida acabó porque usted sabe que no es verdad. Lucha, vibre, anime y viva, hazlo por ti.

   Texto del Escritor y Autor Tony Casanova. Todos los Derechos Reservados y garantizados por las Leyes Nacionales e Internacionales de Protección a los Derechos de Propiedad Intelectual. Prohibida la copia, collage, reproducción o divulgación de cualquier naturaleza, del todo o parte de él, independientemente de los medios o fines. La violación de estos derechos se constituye en delito y está pasiva de las sanciones legales apropiadas.
Más información del autor EN ESTE LINK

   
    

Postagens mais visitadas deste blog

Bigo Live | Como Conseguir Mais Beans. | Dicas.

Laura Mendes Aguiar Cerqueira | Atriz Brasileira | Minas Gerais

Crônica | Adorável Vida no Campo.