Comportamento | Saudade dos Bons Costumes.

  Uma realidade social muito triste reflete-se no século XXI e que não é apenas um privilégio do Brasil, ela alcança praticamente todos os Continentes é o descaso com aqueles que se tornaram mais velhos ou, de acordo com a sociedade econômica e comercial, se tornaram improdutivos. Pessoas que muitas famílias, o Governo e a sociedade veem como um peso. Estamos vivendo no mundo dos novos e não somente pessoas sofrem este tipo de acepção, objetos e bens também. Quem pode dizer exatamente qual o número de idosos que são jogados nos asilos e abandonados lá pelas respectivas famílias? Quantas pessoas são internadas em instituições que tratam de insanidade mental apenas para saírem do caminho dos seus familiares? Mas deixando de lado esta questão social, vou me ater á questão dos hábitos e costumes, assunto hoje considerado até fora de uso pelo fato de considerar-se "careta" aqueles que ainda guardam este saudosismo.
  Como todo bom saudosista eu falarei aqui das minhas experiências com as épocas passadas, tempos maravilhosos e que se comparados aos de hoje, fatalmente sentiremos falta das primaveras vividas. Eu nasci em uma época em que crianças eram responsabilidades dos adultos, não delas próprias. Filhos eram obedientes aos pais e sequer pensavam em elevar a voz para eles. Crianças eram disciplinadas pelos pais e eram por eles monitoradas. Lembro-me bem que os mais velhos cuidavam dos mais novos na ausência dos pais, lógico que haviam peraltices, mas nada comparado ao que se vê hoje. Haviam problemas? Sim, claro, mas não nas proporções em que estamos. As crianças são hoje grande parte dos problemas sociais, pois aquelas que tem boa disciplina, educação e bons costumes convivem com outras que desvirtuaram destes princípios.
  Nossas crianças representam a nova geração e elas estão sendo externamente alimentadas por uma série de ações que aos poucos vão deturpando os ensinamentos domésticos. São músicas, telenovelas, teatro, programas talk show, enfim. Existem também as influências das más companhias que são fáceis de serem encontradas em locais públicos e logo se aproximam. São os bailes, baladas, até mesmo nas escolas e as ofertas são sempre as mesmas: Bebidas e drogas, conversas improdutivas e capciosas e informações que podem levar qualquer criança a um caminho sem volta. Óbvio que não estou aqui afirmando que devemos prender nossas crianças em casa, mas orientá-las mais e melhor, estarmos mais atentos ao que fazem, com quem andam e onde andam.
  Não são só as crianças que sofrem as influências externas. Os adultos também, mas com adultos é mais fácil, pois alguns, de própria consciência descobrem que estão em ambiente errado e que as consequências não serão boas. Já as crianças muitas vezes não possuem esta percepção e para elas tudo é curtição. Uma das maiores portas de entrada de informações hoje é a internet e por ser assim ela também representa um perigo enorme para todos. A velocidade e o alcance das informações veiculadas na internet é assustadora e mais assustador ainda é o fato de como se aproveitam disso indivíduos mal intencionados. Existem toda sorte de índole navegando em busca dos seus objetivos . Por mais cuidado que tenhamos, todo cuidado é pouco, principalmente com crianças.
  É prudente verificar o conteúdo do canal de vídeos dos seus filhos e ver se o conteúdo é apropriado, quais os comentários e que tipo de postagem foi feita. É comum vermos que o número de visualizações de vídeos de crianças é alto e na sua maioria são homens que se aproximam. Se observarmos o teor dos comentários veremos de quem se tratam as visualizações, por isso é bom ter cuidado com sua criança sozinha postando vídeos que incentivam a presença masculina e incitam comentários inapropriados. Monitorar sempre é a saída afim de manter um uso saudável das redes sociais e ter as crianças em segurança.
  Caso você tenha alguma dúvida, queira acrescentar algo ou também sugerir, sinta-se á vontade para deixar seu comentário. Será um enorme prazer ter você registrando a sua opinião aqui. Um forte abraço e obrigado pela visita.

A presente obra, bem como todos os textos contidos nesta web página encontram-se protegidos pelas Leis Nacionais e Internacionais de Direitos de Propriedade Intelectual, sendo proibidas as cópias, colagens, reprodução, divulgação ou uso dos conteúdos apresentados neste blog, independente dos meios ou finalidades, sem a autorização expressa do autor Tony Casanova, a quem cabe, única e exclusivamente os Direitos sobre o material apresentado. A violação destes Direitos se constitui crime previsto na Legislação e será punida com os rigores legais.

Para saber mais sobre Tony Casanova e aquisição de suas publicações, acesse ESTE LINK
........................................................................................................................................

Behavior | Longing for Good Customs.

 A very sad social reality is reflected in the twenty-first century and is not only a privilege of Brazil, it reaches practically all Continents and is disregard for those who have grown older or, according to the economic and commercial society, have become unproductive. People that many families, the Government and society see as a burden. We are living in the world of the new and not only do people suffer this kind of meaning, objects and goods as well. Who can say exactly how many elderly people are thrown into the asylums and abandoned there by their families? How many people are interned in institutions that deal with mental insanity just to get out of the way of their family members? But leaving aside this social question, I will stick to the question of habits and customs, a subject considered today even out of use because it is considered "grimace" those who still keep this nostalgia.
  Like all good nostalgic ones I will speak here of my experiences with the past times, wonderful times and that if compared to the ones of today, fatally we will miss the lived springs. I was born in a time when children were adults' responsibilities, not their own. Children were obedient to their parents and did not even think to raise their voices to them. Children were disciplined by parents and monitored by them. I remember well that the older ones took care of the younger ones in the absence of the parents, of course they had peraltices, but nothing compared to what we see today. Were there problems? Yes, of course, but not in the proportions we are in. Children today are a big part of social problems, because those who have good discipline, education and good habits coexist with others who have distorted these principles.
  Our children represent the new generation and they are being externally nurtured by a series of actions that gradually misrepresent the domestic teachings. They are songs, telenovelas, theater, talk show programs, anyway. There are also bad company influences that are easy to find in public places and are soon approaching. They are ballads, ballads, even in schools and the offerings are always the same: Drinks and drugs, unproductive and tricky conversations and information that can take any child to a path without a return. Obviously I'm not here stating that we should arrest our children at home, but to guide them more and better, to be more attentive to what they do, with whom they walk and where they walk.
  It is not only children who suffer external influences. Adults too, but with adults it is easier, because some of their own conscience find that they are in the wrong environment and that the consequences will not be good. Children often do not have this perception and for them it is all fun. One of the biggest doors of information today is the internet and as such it also poses a huge danger for everyone. The speed and range of information on the Internet is frightening and even more frightening is the fact that malicious individuals take advantage of it. There are all kinds of nature sailing in search of their goals. As careful as we may be, all care is little, especially with children.
  It's wise to check the content of your children's video channel and see if the content is appropriate, what the comments are, and what kind of post was made. It is common to see that the number of video views of children is high and most are men who are approaching. If we look at the content of the comments we will see who the views are about, so it is good to be careful with your child by posting videos that encourage the male presence and incite inappropriate comments. Monitoring is always the way to maintain a healthy use of social networks and keep children safe.
  If you have any questions, please feel free to add your comments or suggestions. It will be a great pleasure to have you register your opinion here. A big hug and thanks for the visit.

The present work, as well as all the texts contained in this web page, are protected by the National and International Laws of Intellectual Property Rights, being prohibited copies, collages, reproduction, dissemination or use of the contents presented in this blog, regardless of media or without the express authorization of the author Tony Casanova, who is solely and exclusively responsible for the material presented. The violation of these Rights constitutes a crime provided for in the Legislation and will be punished with the legal rigors.

To know more about Tony Casanova and the acquisition of his publications, visit THIS LINK
.................................................. .................................................. ....................................

Comportamiento | Saludos de los buenos costumbres.

 Una realidad social muy triste se refleja en el siglo XXI y que no es sólo un privilegio de Brasil, alcanza prácticamente todos los continentes es el descuido con aquellos que se han vuelto más viejos o, de acuerdo con la sociedad económica y comercial, se han vuelto improductivos. Personas que muchas familias, el gobierno y la sociedad ven como un peso. Estamos viviendo en el mundo de los nuevos y no sólo las personas sufren este tipo de acepción, objetos y bienes también. ¿Quién puede decir exactamente cuál es el número de ancianos que se juegan en los asilos y abandonados allí por sus familias? ¿Cuántas personas son internadas en instituciones que tratan de insanidad mental sólo para salir del camino de sus familiares? Pero dejando de lado esta cuestión social, voy a atenerse a la cuestión de los hábitos y costumbres, asunto hoy considerado hasta fuera de uso por el hecho de considerarse "careta" a aquellos que todavía guardan este saudismo.
  Como todo buen santuario, yo hablaré aquí de mis experiencias con las épocas pasadas, tiempos maravillosos y que si se comparan a los de hoy, fatalmente sentiremos falta de las primaveras vividas. Yo nací en una época en que los niños eran responsabilidades de los adultos, no de ellas mismas. Los hijos eran obedientes a los padres y ni siquiera pensaban en elevar la voz a ellos. Los niños eran disciplinados por los padres y eran montados por ellos. Recuerdo bien que los ancianos cuidaban a los más jóvenes en la ausencia de los padres, lógico que habían peraltices, pero nada comparado a lo que se ve hoy. ¿Había problemas? Sí, claro, pero no en las proporciones en que estamos. Los niños son hoy gran parte de los problemas sociales, pues aquellos que tienen buena disciplina, educación y buenas costumbres conviven con otras que desvirtuaron de estos principios.
  Nuestros niños representan la nueva generación y están siendo externamente alimentados por una serie de acciones que poco a poco van pervirtiendo las enseñanzas domésticas. Son canciones, telenovelas, teatro, programas talk show, en fin. Hay también las influencias de las malas compañías que son fáciles de encontrar en lugares públicos y luego se acercan. Los bailes, baladas, incluso en las escuelas y las ofertas son siempre las mismas: Bebidas y drogas, conversaciones improductivas y capciosas e informaciones que pueden llevar a cualquier niño a un camino sin vuelta. Es obvio que no estoy aquí afirmando que debemos arrestar a nuestros niños en casa, sino orientarlos más y mejor, estar más atentos a lo que hacen, con quienes andan y donde andan.
  No son sólo los niños que sufren las influencias externas. Los adultos también, pero con adultos es más fácil, pues algunos, de propia conciencia descubren que están en un ambiente equivocado y que las consecuencias no serán buenas. Los niños a menudo no poseen esta percepción y para ellos todo es el disfrute. Una de las mayores puertas de entrada de información hoy es Internet y por ser así también representa un peligro enorme para todos. La velocidad y el alcance de las informaciones transmitidas en Internet es aterradora y más aterrorizada todavía es el hecho de cómo se aprovechan de ello individuos mal intencionados. Hay toda suerte de índole navegando en busca de sus objetivos. Por más cuidado que tengamos, todo cuidado es poco, principalmente con niños.
  Es prudente comprobar el contenido del canal de vídeos de sus hijos y ver si el contenido es apropiado, qué comentarios y qué tipo de envío se hizo. Es común ver que el número de visualizaciones de vídeos de niños es alto y en su mayoría son hombres que se acercan. Si observamos el contenido de los comentarios veremos de quién se trata las vistas, por eso es bueno tener cuidado con su niño solitario enviando videos que incentivan la presencia masculina e incita comentarios inapropiados. Monitorear siempre es la salida para mantener un uso saludable de las redes sociales y tener a los niños en seguridad.
  Si tiene alguna duda, quiera añadir algo o sugerir, siéntase a gusto para dejar su comentario. Será un gran placer tener que registrar su opinión aquí. Un fuerte abrazo y gracias por la visita.

La presente obra, así como todos los textos contenidos en esta página web, se encuentran protegidos por las Leyes Nacionales e Internacionales de Derechos de Propiedad Intelectual, siendo prohibidas las copias, collages, reproducción, divulgación o uso de los contenidos presentados en este blog, independiente de los medios o sin la autorización expresa del autor Tony Casanova, a quien corresponde, única y exclusivamente los Derechos sobre el material presentado. La violación de estos Derechos se constituye crimen previsto en la Legislación y será sancionada con los rigores legales.

Para saber más sobre Tony Casanova y la adquisición de sus publicaciones, visite ESTE LINK

Quem sou eu

Minha foto

Tony Casanova, brasileiro, natural de Salvador-BA, escreve desde 1976 e é fundador e administrador do Projeto Roda Cultural, instituição virtual de apoio ás Artes e Artistas em geral. Autor dos E-books "Panorama da Artes", "No Litoral das Relações" , "Relações Instáveis", "O Amor Fala Francês", "O amor segundo a Bíblia", este último inspirado em uma matéria sua publicada no blog Mesa Farta e que teve mais de 10.000 leitores. O escritor Tony Casanova escreve em vários estilos, tendo herdado suas técnicas a partir de leituras feitas a partir de grandes vultos da literatura brasileira, entre os quais estão Castro Alves, Rui Barbosa, Cora Coralina, Érico Veríssimo, Carlos Drummond de Andrade e outros. Gosta do estilo lírico e tem forte inclinação a esta técnica. O autor tem várias publicações em suas páginas da internet. Entre os gêneros literários que escreve estão a Crônica, Poesia, Poema, Ficção e Romance.

Estamos no Twitter

publicidade