Gospel | Reflexão | Como o Mal Chega a Nós?

 Antes de iniciar sua leitura compreenda que aqui não estou tratando de religião ou dogmas, mas referindo-me a fé humana, sendo assim fique á vontade para desfrutar deste artigo para refletir e examinar as escrituras para esclarecer-se. Hoje trago um tema sobre a forma como o mal chega até nós. óbvio que esta matéria traz o entendimento do autor e pode ser contestada de acordo com a sua ótica pessoal, mas todos chegamos em um senso comum quando concordamos que o mal não é bom para o ser humano em nenhuma hipótese e por esta razão devemos combatê-lo veementemente, sem tréguas, pois só assim conseguiremos extirpar de vez as suas ações sobre nós. Saiba mais sobre este assunto. Continua Lendo...
 
  A humanidade atravessa momentos de caos e desencontros onde a boa fé  trava uma luta silenciosa e individual contra forças que a ela se opõe. Podemos seguramente afirmar que a má fé corresponde ao crédito que damos ao mal, pois ela resulta em prática má que buscam beneficiar ao mau e prejudicar o bom, o justo. Isto é fato. Em sua incredulidade os homens vivem questionando a existência não só do bem quanto do mal, ou seja a existência de Deus e do diabo. Vamos então refletir: Se não acreditamos que existam, logo tenderemos a viver a prática de ações despreocupadas, ignorando serem boas ou más. Mas não é bem assim. Ambos existem e um se opõe ao outro. Enquanto Deus se ocupa em salvar a humanidade, o diabo luta para destruí-la e nesta guerra cada um possui seus meios, suas armas, ferramentas e seus soldados que os ajudaram a cumprir os seus propósitos, bastando para isso que nos alistemos de um dos lados para cumprir as suas ordenanças.

  Assim como o ar, a energia ou mesmo a gravidade que movimenta as águas, mas nós não conseguimos ver, assim são estas forças do bem e do mal que não precisam ser vistas para existirem.  Basta que observemos os seus resultados, as mudanças que produzem e o resultado da sua falta. Tudo que é bom é do bem, é de Deus e por ser divino resulta em salvação humana, opostamente ao que é do mal que visa o malefício da destruição. É uma batalha entre o criador e o destruidor que precisa das nossas decisões para serem vencidas, cabendo a cada decidir individualmente a quem vai servir, em que exército vai se alistar. É desnecessário afirmar que quem é do bem faz coisas boas, assim como quem é do mal faz coisas más, portanto devemos nos decidir como iremos viver e a quem devemos obedecer, ao bem ou ao mal, a Deus ou ao diabo. 

  O criador através da sua palavra nos dá plenos conhecimentos das intenções inimigas, da sua astúcia e seus meios para alcançar a humanidade. Roubar, mentir e destruir são as intenções inimigas e o inimigo tenta nos alcançar de diversas maneiras, as vezes nos seduzindo com ofertas dos nossos desejos ocultos, promessas de uma vida melhor, sucesso nos objetivos enfim toda sorte de mentiras que ele diz para iludir a nós e nos recrutar para seu exército, aumentado assim o número de ladrões e mentirosos, consequentemente a fila de perdidos cujo destino será o fogo que arderá eternamente. Há quem não acredite nisto e torna-se presa fácil para ele e nestes casos se não houver a intervenção divina o homem perecerá certamente. O diabo não chega até nós com má aparência, mas se disfarça de tal forma que nos confunde, nos impossibilita de vermos a sua verdadeira face se não o observarmos com os olhos da fé.

  Há momentos em que o inimigo parece tão bom quanto o seu convite parece irrecusável e esta é uma das formas de aproximação prediletas nas suas ações. Conhecendo nossas fraquezas ele procura nos alcançar através delas e se não resistirmos cairemos. mas não é isto que Deus quer. Por si só o bem já é vitorioso contra o inimigo e ele visa a nossa vitória também, mas depende de acreditarmos nele e nos aliarmos a Deus, desta forma o mal estará derrotado e nenhuma investida dele contra nós terá sucesso. Se o bem te procura, aceite-o e torne-se um vitorioso, mas se o mal te deseja, feche as portas para ele pedindo ajuda de Deus para isso. Um forte abraço e até a próxima.

A presente obra, bem como todos os textos contidos nesta web página encontram-se protegidos pelas Leis Nacionais e Internacionais de Direitos de Propriedade Intelectual, sendo proibidas as cópias, colagens, reprodução, divulgação ou uso dos conteúdos apresentados neste blog, independente dos meios ou finalidades, sem a autorização expressa do autor Tony Casanova, a quem cabe, única e exclusivamente os Direitos sobre o material apresentado. A violação destes Direitos se constitui crime previsto na Legislação e será punida com os rigores legais.

Para saber mais sobre Tony Casanova e aquisição de suas publicações, acesse ESTE LINK
..........................................................................................................................................

 Gospel | Reflection | How Does Evil Reach Us?

 Before beginning your reading, understand that here I am not dealing with religion or dogmas, but referring to human faith, so feel free to enjoy this article to reflect and examine the scriptures for clarification. Today I bring a theme about how evil comes to us. Obviously this matter brings the understanding of the author and can be challenged according to his personal perspective, but we all come to a common sense when we agree that evil is not good for the human being in any case and for this reason we must fight against it, and we will be able to extirpate his actions from us. Learn more about this. Keep reading ...

  Humanity goes through moments of chaos and misunderstandings where good faith engages a silent and individual struggle against forces that oppose it. We can safely say that bad faith corresponds to the credit we give to evil, because it results in bad practice that seeks to benefit the bad and harm the good, the just. This is a fact. In their unbelief men live by questioning the existence not only of good but of evil, namely the existence of God and the devil. Let us then reflect: If we do not believe that they exist, then we will tend to live the practice of carefree actions, ignoring being good or bad. But not quite. Both exist and one opposes the other. While God is concerned with saving mankind, the devil strives to destroy it, and in this war each one has his means, his weapons, his tools and his soldiers, who have helped them to fulfill their purposes. to do his ordinances.

  Like the air, the energy, or even the gravity that moves the waters, but we can not see, so are these forces of good and evil that need not be seen to exist. It is enough that we observe their results, the changes they produce and the result of their lack. All that is good is of good, is of God and by being divine results in human salvation, opposed to that which is evil that aims at the evil of destruction. It is a battle between the creator and the destroyer who needs our decisions to be defeated, each individual deciding who to serve, in which army he will enlist. It is unnecessary to say that those who are good do good things, just as those who are evil do bad things, therefore we must decide how we will live and to whom we must obey, good or evil, God or the devil.

  The creator through his word gives us full knowledge of the enemy's intentions, his cunning and his means to reach humanity. Stealing, lying and destroying are the enemy's intentions, and the enemy tries to reach us in different ways, sometimes seducing us with offerings of our hidden desires, promises of a better life, success in the goals, finally all sorts of lies he says to deceive us and recruit us to his army, thus increasing the number of thieves and liars, consequently the queue of lost whose fate will be the fire that will burn forever. There are those who do not believe this and it becomes easy prey for him and in these cases if there is no divine intervention man will surely perish. The devil does not come to us with a bad appearance, but if he disguises himself in such a way as to confuse us, he makes it impossible for us to see his true face if we do not observe him with the eyes of faith.

  There are times when the enemy seems as good as your invitation seems irrecusable and this is one of the preferred approaches in their actions. Knowing our weaknesses he seeks to reach us through them and if we do not resist we will fall. but this is not what God wants. By itself good is already victorious against the enemy and it aims at our victory as well, but it depends on believing in it and aligning with God, in this way evil will be defeated and no attack against it will succeed. If the good looks for you, accept it and become a victor, but if evil desires you, close the doors for him asking for God's help for it. A big hug and see you next time.

The present work, as well as all the texts contained in this web page, are protected by the National and International Laws of Intellectual Property Rights, being prohibited copies, collages, reproduction, dissemination or use of the contents presented in this blog, regardless of media or without the express authorization of the author Tony Casanova, who is solely and exclusively responsible for the material presented. The violation of these Rights constitutes a crime provided for in the Legislation and will be punished with the legal rigors.

To know more about Tony Casanova and the acquisition of his publications, visit THIS LINK
..........................................................................................................................................

 Evangelio | Reflexión | ¿Cómo el mal llega a nosotros?

 Antes de comenzar su lectura comprenda que aquí no estoy tratando de religión o dogmas, sino refiriéndome a la fe humana, siendo así que quiera gozar de este artículo para reflexionar y examinar las escrituras para aclararse. Hoy traigo un tema sobre la forma en que el mal llega a nosotros. es obvio que esta materia trae el entendimiento del autor y puede ser contestada de acuerdo con su óptica personal, pero todos llegamos a un sentido común cuando concordamos que el mal no es bueno para el ser humano en ninguna hipótesis y por esta razón debemos combatirlo, lo ve enérgicamente, sin tregua, pues sólo así conseguiremos extirpar de vez sus acciones sobre nosotros. Más información sobre este tema. Continúa leyendo ...

  La humanidad atraviesa momentos de caos y desencuentros donde la buena fe frena una lucha silenciosa e individual contra fuerzas que a ella se opone. Podemos seguramente afirmar que la mala fe corresponde al crédito que damos al mal, pues resulta en mala práctica que buscan beneficiarse al mal y perjudicar lo bueno, lo justo. Esto es un hecho. En su incredulidad los hombres viven cuestionando la existencia no sólo del bien como del mal, o sea la existencia de Dios y del diablo. Vamos a reflexionar: Si no creemos que existan, pronto tenderemos a vivir la práctica de acciones despreocupadas, ignorando ser buenas o malas. Pero no es así. Ambos existen y uno se opone al otro. Mientras Dios se ocupa en salvar a la humanidad, el diablo lucha para destruirla y en esta guerra cada uno posee sus medios, sus armas, herramientas y sus soldados que los ayudaron a cumplir sus propósitos, bastando para eso que nos alistes de uno de los dos, los lados para cumplir sus ordenanzas.

  Así como el aire, la energía o incluso la gravedad que mueve las aguas, pero nosotros no podemos ver, así son estas fuerzas del bien y del mal que no necesitan ser vistas para existir. Basta que observemos sus resultados, los cambios que producen y el resultado de su falta. Todo lo que es bueno es del bien, es de Dios y por ser divino resulta en salvación humana, contrariamente a lo que es del mal que busca el maleficio de la destrucción. Es una batalla entre el creador y el destructor que necesita nuestras decisiones para ser vencidas, correspondiendo a cada uno decidir individualmente a quién va a servir, en qué ejército va a alistarse. Es innecesario afirmar que quien es del bien hace cosas buenas, así como quien es del mal hace cosas malas, por lo tanto debemos decidir cómo vamos a vivir ya quién debemos obedecer, al bien o al mal, a Dios o al diablo.

  El creador a través de su palabra nos da plenos conocimientos de las intenciones enemigas, de su astucia y sus medios para alcanzar a la humanidad. Robar, mentir y destruir son las intenciones enemigas y el enemigo intenta alcanzarnos de diversas maneras, a veces seduciendo con ofertas de nuestros deseos ocultos, promesas de una vida mejor, éxito en los objetivos en fin toda suerte de mentiras que él dice para engañar y nosotros nos recluta para su ejército, aumentado así el número de ladrones y mentirosos, consecuentemente la fila de perdidos cuyo destino será el fuego que arderá eternamente. Hay quien no crea en esto y se hace presa fácil para él y en estos casos si no hay la intervención divina el hombre perecerá ciertamente. El diablo no llega hasta nosotros con mala apariencia, pero se disfraza de tal forma que nos confunde, nos imposibilita de ver su verdadera cara si no lo observamos con los ojos de la fe.

  Hay momentos en que el enemigo parece tan bueno como su invitación parece irrecusable y esta es una de las formas de acercamiento predilectas en sus acciones. Conociendo nuestras debilidades, procura alcanzarnos a través de ellas y si no resistimos caer. pero no es esto lo que Dios quiere. Por sí solo el bien ya es victorioso contra el enemigo y él apunta a nuestra victoria también, pero depende de creer en él y aliarnos a Dios, de esta forma el mal estará derrotado y ninguna investidura de él contra nosotros tendrá éxito. Si el bien te busca, acepte y se convierta en un victorioso, pero si el mal te quiere, cierra las puertas para él pidiendo ayuda de Dios para eso. Un fuerte abrazo y hasta la próxima.

La presente obra, así como todos los textos contenidos en esta página web, se encuentran protegidos por las Leyes Nacionales e Internacionales de Derechos de Propiedad Intelectual, siendo prohibidas las copias, collages, reproducción, divulgación o uso de los contenidos presentados en este blog, independiente de los medios o sin la autorización expresa del autor Tony Casanova, a quien corresponde, única y exclusivamente los Derechos sobre el material presentado. La violación de estos Derechos se constituye crimen previsto en la Legislación y será sancionada con los rigores legales.

Para saber más sobre Tony Casanova y la adquisición de sus publicaciones, visite ESTE LINK 

Quem sou eu

Minha foto

Tony Casanova, brasileiro, natural de Salvador-BA, escreve desde 1976 e é fundador e administrador do Projeto Roda Cultural, instituição virtual de apoio ás Artes e Artistas em geral. Autor dos E-books "Panorama da Artes", "No Litoral das Relações" , "Relações Instáveis", "O Amor Fala Francês", "O amor segundo a Bíblia", este último inspirado em uma matéria sua publicada no blog Mesa Farta e que teve mais de 10.000 leitores. O escritor Tony Casanova escreve em vários estilos, tendo herdado suas técnicas a partir de leituras feitas a partir de grandes vultos da literatura brasileira, entre os quais estão Castro Alves, Rui Barbosa, Cora Coralina, Érico Veríssimo, Carlos Drummond de Andrade e outros. Gosta do estilo lírico e tem forte inclinação a esta técnica. O autor tem várias publicações em suas páginas da internet. Entre os gêneros literários que escreve estão a Crônica, Poesia, Poema, Ficção e Romance.

Estamos no Twitter

publicidade