Julius Caesar

César o poderoso/ Promíscuo de amores condenados/ Construiu seu império/ Dominou a quem podia/ No seu sono, mal dormia/ Olhando para os lados/ Vendo na própria sombra/ Inimigos que não havia/ Dominou Roma, tornou-se imbatível/ Um louco admirável/ Estrategista incrível!/ Um político sem igual/ De perfeita oratória/ Transformava bem em mal/ Na sua carreira notória/ Nunca inclinou-se a um rival/ Nunca tendo provado a derrota/ O grande imperador, aos cinquenta anos/ Pôs os olhos em Cleópatra/ Por quem se apaixonou/ Mas a vida que tanto lhe sorriu/ Tirou-lhe então o sorriso de Março/ Gaius Julius Caesar sucumbiu/ A morte lhe deu um abraço/ O Imperador Romano tão temido/ Caiu ao chão do parlamento/ Olhando a quem havia protegido/ Num suspiro, arrependimento. *Segundo a história, Julho é um mês que chamava-se Quintílis e foi renomeado para Julius em homenagem a Gaius Julius Caesar, Imperador de Roma, sendo o mês hoje conhecido como mês de Julho.