Loba.

Saem das tuas mãos versos perfeitos/ Alinhavados com ternura caprichada/ Nos poemas dos amores satisfeitos/ Desenhados nos escritos de uma fada/ Rimas excitantes e ardentes/ Amantes se revelam no poema/ Praticantes de paixões tão envolventes/ Amores se completam numa cena/ Uma musa de tamanha inteligência/ Loba de sensual eloquência, pura/ A propria musa em sua essência. ***Dedicado a poetisa Sandra Paula Souza, que trouxe toda a leveza e sensualidade dos seus versos, elevando em competência e qualidade o material que apresentamos no Projeto Sergipano Roda Cultural em sua página "Poesias". Ela que está integrando a pouco tempo o Roda Cultural, mas que destaca-se pela dedicação e empenho em trazer o seu melhor. Sandrinha, te amo muito. Obrigado. Por: Tony Casanova.