Desejos de uma loba

Vem amor, me abrace, me tome/ Faz carinha tímida / Me abraça, me faz teu homem/ E nas tuas carícias úmidas/ Me tome, me dome,me come!/ Faça-me sumir dentro de voce/ Mexe as ancas, chupa os dedos/ Beijo-te as bocas,te faço querer/ Abre pra mim teus segredos/ Mostra-me a flor orvalhada/ Que calo, não falo, entalo/ Me exiba a fresta molhada/ Toca-me a rigidez do falo/ Sinta-me quente, queimando/ Aqueça-se em mim meu amor/ Olha pra mim, desejando/ Me enche com teu ardor/ Vem amor, me abrace, me beije/ Me diz: eu sou tua/ Vem para que eu te desejo/ Com nudez ainda mais nua/ Mexe comigo e me doma/ Mexe gostoso,carinha de boba/ Fêmea faminta, me coma/ Com teu desejo de loba/ Abra para mim tua vida/ Vira e me vira do avesso/ Vem me amar pervertida/ Vem começar do começo/ Quero teu aperto secreto/ Devagar te revelar o prazer/ Com carinho de macho discreto/ Me perderei todo em voce. Por: Tony Casanova.