Breaking

"Chama do amor"

As vezes amo depressa/ Noutras amo e descanso/ O amor é fogo que se confessa/ Mas o amor é fogo manso. O amor é chama quieta/ Destas que queima mansinho/ É o calor da vida repleta/ Que se completa de carinho. O amor é chama viva/ Que toma a alma de assalto/ O energia que nos ativa/ Nos faz olhar mais alto. O amor é a própria brasa/ No coração dos amantes/ Que os queima em suas casas/ Ainda que tão distantes. O amor é fogo alucinado/ Fogo bom, que ilumina/ Que não sai do nosso lado/ Fogo que nos fascina. O amor, fogo mais belo/ Que nos faz sorrir atoa/ Que faz do cinza amarelo/ E faz a vida tão boa. Por Tony Casanova.

Seguidores do Google

Matéria de Hoje

Relacionamentos | As Relações e as Redes Sociais.

   A relação poder ser um namoro, um noivado ou mesmo o casamento, mas a base que constitui qualquer relacionamento é a mesma. Relações ...

Outras Páginas do Autor

Quem sou eu

Minha foto

Tony Casanova, brasileiro, natural de Salvador-BA, escreve desde 1976 e é fundador e administrador do Projeto Roda Cultural, instituição virtual de apoio ás Artes e Artistas em geral. Autor dos E-books "Panorama da Artes", "No Litoral das Relações" , "Relações Instáveis", "O Amor Fala Francês", "O amor segundo a Bíblia", este último inspirado em uma matéria sua publicada no blog Mesa Farta e que teve mais de 10.000 leitores. O escritor Tony Casanova escreve em vários estilos, tendo herdado suas técnicas a partir de leituras feitas a partir de grandes vultos da literatura brasileira, entre os quais estão Castro Alves, Rui Barbosa, Cora Coralina, Érico Veríssimo, Carlos Drummond de Andrade e outros. Gosta do estilo lírico e tem forte inclinação a esta técnica. O autor tem várias publicações em suas páginas da internet. Entre os gêneros literários que escreve estão a Crônica, Poesia, Poema, Ficção e Romance.