Breaking

Lua cúmplice.

Não te entristeça querida, ainda que a distância nos cruze o caminho, nossos corações estão bem pertinho e nossas vidas estão ligadas. Não sofras meu amor, nem olhes o fim da da estrada, apenas vejamos o quanto já percorremos até o outro. Sei que a saudade é cruel, o coração aperta, dilacera, mas nosso amor é tão lindo, tão grande, que valerá a espera. Espera minha vidinha, espera que em breve meus braços alcançarão teu corpo e te envolverei num abraço, forte, quente, gostoso. Ergue tua cabeça e olha para o alto, verás a lua linda, brilhando lá no firme no céu e de cá também eu estarei olhando para ela, na esperança que meu olhar encontre o seu, no mesmo ponto daquela lua tão bela. Nunca te esqueças que te amo, meu amor, daqui sinto voce bem perto, mesmo que também a saudade me mate, cada vez mais, eu vivo pela paixão que sinto. As vezes é verdade, também eu baixo a cabeça, mas logo, logo olho a lua e ela faz com que me esqueça de toda distância que existe, ai não fico mais triste enquanto olho pro luar. Eu sei que teu olhinho está ali coladinho com o meu, juntinho, bem juntinho, o meu bem pertinho do teu. Olha para a lua querida e não olhes mais para o chão, aqueça-se no luar frio, que estará sempre ali, esperando nossos olhos se encontrarem, nossas vidas se acharem e a solidão sumir. Quando te vier o cansaço da espera meu amor, deita-te, e adormece, sei que teu sonho será lindo, estarei nele sorrindo, com o peito aberto no espaço, esperando que venhas correndo e salte feliz nos meus braços. Quero te dar neste momento querida, todo o amor que guardei nesta vida, somente para voce, então nesta hora feliz, podemos viver a paixão resumida, enterrar a distância vencida e ver o sonho acontecer.

Seguidores do Google

Matéria de Hoje

Crônica | Como Assim Brasil?

  Viver no Brasil é fácil,  o País é lindo, povo alegre apesar dos motivos para tristeza, muitas praias, sol, enfim é o lugar, mas difí...

Outras Páginas do Autor

Quem sou eu

Minha foto

Tony Casanova, brasileiro, natural de Salvador-BA, escreve desde 1976 e é fundador e administrador do Projeto Roda Cultural, instituição virtual de apoio ás Artes e Artistas em geral. Autor dos E-books "Panorama da Artes", "No Litoral das Relações" , "Relações Instáveis", "O Amor Fala Francês", "O amor segundo a Bíblia", este último inspirado em uma matéria sua publicada no blog Mesa Farta e que teve mais de 10.000 leitores. O escritor Tony Casanova escreve em vários estilos, tendo herdado suas técnicas a partir de leituras feitas a partir de grandes vultos da literatura brasileira, entre os quais estão Castro Alves, Rui Barbosa, Cora Coralina, Érico Veríssimo, Carlos Drummond de Andrade e outros. Gosta do estilo lírico e tem forte inclinação a esta técnica. O autor tem várias publicações em suas páginas da internet. Entre os gêneros literários que escreve estão a Crônica, Poesia, Poema, Ficção e Romance.