Breaking

Nina, um anjo de sonhos.


Nina, um anjo de sonhos.
Era uma noite tranquila. A lua pairava tranquila entre as nuvens e emanava uma luz tênue e melancólica. A brisa era fresca, suave. Muito agradável para um verão de dias tão quentes. Eu olhava pela janela e via as luzes fracas iluminando a rua. Os raios de luz vindos da lua e das lâmpadas na rua invadiam o quarto e chegavam até minha cama. Como era costume eu sempre costumava ir dormir sem camisa aproveitando a brisa fresca que entrava pela janela.
Naquela noite eu estava calmo e pronto a ir dormir sossegadamente. Foi o que fiz e rapidamente adormeci devido ao cansaço ao final do dia. De repente vejo surgir um vulto em meio a uma fumaça alva. Assustei-me e num sobressalto pulei da cama. Ouvi uma voz suave e meiga me dizendo:
Não tenha medo, não vou machucá-lo.
Quem é você e como entrou aqui?
Eu sou o fruto dos seus sonhos e estou aqui para ajudá-lo.
Fruto dos meus sonhos, como assim?
Calma. Venha, sente-se aqui, vamos conversar.
Dizendo isso aquela linda figura feminina segurou-me pelo braço e conduziu-me a cama. Sentamos e ela continuou:
Me chamo Nina e neste momento você está sonhando. Eu faço parte dos teus sonhos.
E como consegue sair dos meus sonhos e vir para meu quarto Nina?
Eu não sai, nós estamos agora no teu sonho e o quarto faz parte dele.
E de que maneira você pode ajudar-me?
Faça-me um pedido e eu realizarei no dia seguinte, assim que você acordar.
Mas como saberei que você fará isso, se tudo é um sonho como poderá realizar meus desejos?
Você saberá, esteja certo. Agora faça-me o pedido, preciso ir.
Fiz o pedido a Nina e em seguida acordei. Estava suado, assustado com aquele sonho que parecia real. Olhei a mesinha de cabeceira da cama e arrepiei-me ao ver uma rosa branca e um cartão escrito:
“Sentirei saudades e talvez o visite em outros sonhos. Teu pedido já foi realizado e neste momento teu chefe está assinando a tua promoção na empresa em que trabalha. Agora levante-se e vá ao trabalho receber a sua tão sonhada promoção.”
Beijos,
Nina.
Jamais esqueci aquele sonho e muito menos a bela Nina que de quando em vez vem visitar-me e realiza um pequeno desejo meu. Na verdade descobri que depois do sonho com ela, passei a desejar ter desejos todas as noites somente para contemplá-la me olhando e sorrindo. Um sorriso que só os anjos possuem.
Texto de Tony Casanova – Direitos Autorais Reservados ao autor. Proibida a cópia, colagem, reprodução ou divulgação de qualquer espécie ou em qualquer meio sem autorização expressa do autor sob pena de infração das Leis Brasileiras de Proteção aos Direitos Autorais.
Copy Right 2014 By Tony Casanova – All Right Reserved.

Seguidores do Google

Matéria de Hoje

Crônica | Como Assim Brasil?

  Viver no Brasil é fácil,  o País é lindo, povo alegre apesar dos motivos para tristeza, muitas praias, sol, enfim é o lugar, mas difí...

Outras Páginas do Autor

Quem sou eu

Minha foto

Tony Casanova, brasileiro, natural de Salvador-BA, escreve desde 1976 e é fundador e administrador do Projeto Roda Cultural, instituição virtual de apoio ás Artes e Artistas em geral. Autor dos E-books "Panorama da Artes", "No Litoral das Relações" , "Relações Instáveis", "O Amor Fala Francês", "O amor segundo a Bíblia", este último inspirado em uma matéria sua publicada no blog Mesa Farta e que teve mais de 10.000 leitores. O escritor Tony Casanova escreve em vários estilos, tendo herdado suas técnicas a partir de leituras feitas a partir de grandes vultos da literatura brasileira, entre os quais estão Castro Alves, Rui Barbosa, Cora Coralina, Érico Veríssimo, Carlos Drummond de Andrade e outros. Gosta do estilo lírico e tem forte inclinação a esta técnica. O autor tem várias publicações em suas páginas da internet. Entre os gêneros literários que escreve estão a Crônica, Poesia, Poema, Ficção e Romance.