Prosa | Palavras de Um Escritor | O Poeta

  Quem pode definir a mente de um escritor ou dizê-la presa por alguma razão, deveras não sabe ainda que a mente deste ser divaga nos seus versos e faz caminho inverso da própria razão. Não se prende ao que se vê, mas revela-se no que se lê, nas coisas do coração. Diz-se que o poeta mente, que por ventura é um fingidor, mas o mal de quem assim interpretou, não soube ler o escrito, apesar de tê-lo bonito, não lhe coube entendimento. Deveras o poeta mente que não sente, deste tanto até eu mentiria e já menti, pois tantas vezes neguei o sentimento por medo da desilusão, de novo as coisas do coração e novamente a mente mente, por assim dizer.
  Como se aprisiona um poeta, senão pelo sentimento que lhe domina e a paixão que o inspira? Não que sinta um poeta diferente do que sente tanta gente ou que cale sua mente quando ela quer falar. Não! Nada disso. Ele é também um sentidor, um apaixonado inconsequente, amante da vida e louco para ser feliz e para aquele que diz que o poeta mente, minta que nunca mentiu certamente ou se dê por inocente nas pelejas do amor, mas saiba que mesmo que não confesse diante da gente, a sua mente já lhe entregou.
  Um poeta, um escritor não se prende ás suas pernas ou á coisa alguma e fosse ele uma nave estaria á deriva, pois não há rumo certo á seguir, apenas o que há de vir e no presente só seus versos, no futuro quem sabe, virão belas aventuras, frutos de suas travessuras ou nada poderá vir. Quem pode garantir quando nasce a inspiração? Nem eu, nem você ou ninguém em sua razão.  Hoje, Dia do Escritor, quis minha mente pregar-me esta peça e entregar-me este texto que agora vos repasso. Sempre agradeço e ainda acho que não mereço ser portador das suas falas, tão pequenino me acho, mas obedeço aquela que me inspira.
  Estou certo que um dia encontrarei a poesia em seu descanso tranquilo em um lugar maravilhoso e que este dia seja de harmonia, um dia muito gostoso cheio de alegria na minha chegada. Por ora dou parabéns a esta bela e repito sempre pra ela a razão do meu amor. Eu não seria feliz se ela me faltasse e não me visitasse a inspiração que me povoa a mente. Me sentiria inválido, de certo um convalescente sem utilidade alguma.

   Parabéns a todos os colegas escritores espalhados pelo mundo e que este dia sirva para nos unir cada vez mais em torno da arte que amamos, pois sem ela nada somos. FELIZ 25 DE JULHO,  DIA DO ESCRITOR.

Texto do Escritor e Autor Tony Casanova. Todos os Direitos Reservados e garantidos pelas Leis Nacionais e Internacionais de Proteção aos Direitos de Propriedade Intelectual. Proibida a cópia, colagem, reprodução ou divulgação de qualquer natureza, do todo ou parte dele, independente dos meios ou fins. A violação destes Direitos constitui-se crime e está passiva das punições legais cabíveis. 

Saiba mais do autor NESTE LINK
........................................................................................................................

   Prose | Words From A Writer | The poet

  Whoever can define the mind of a writer or say that he is arrested for some reason, indeed does not yet know that the mind of this being wanders in his verses and does the opposite way of reason itself. It does not cling to what you see, but it reveals itself in what you read, in the things of the heart. It is said that the poet mind, who is a pretender, but the evil of him who interpreted it, could not read the writing, although he had it beautiful, it was not understood. Indeed the poet mind that does not feel, from this I even lie and I have already lied, because I have so often denied the feeling for fear of disappointment, again the things of the heart and again the mind mind, so to speak.
  How does a poet imprison himself, but by the feeling that dominates him and the passion that inspires him? Not that you feel a poet different from what so many people feel, or that you shut your mind when she wants to talk. No! None of this. He is also a sentient, impassioned lover, lover of life and crazy to be happy and to him who says that the poet lies, lie that he has never lied certainly or taken for granted in the struggles of love, but know that even if he does not confess Before you, your mind has already given you.
  A poet, a writer, does not attach to his legs or anything, and if he were a ship, he would be drifting, for there is no right course to follow, only what is to come and in the present only his verses, in the future who knows, Will come beautiful adventures, fruits of their mischief or nothing can come. Who can guarantee when inspiration is born? Neither I nor you or anyone else in your reason. Today, Day of the Writer, my mind wanted to preach this piece to me and to give me this text that I now give you. I always thank and still think I do not deserve to be the bearer of your speeches, so little I think, but I obey the one that inspires me.
  I am sure that one day I will find the poetry in its tranquil rest in a wonderful place and that this day is of harmony, a very pleasant day full of joy in my arrival. For now I congratulate this beautiful and I always repeat to her the reason of my love. I would not be happy if she missed me and did not visit the inspiration that pops my mind. I would feel invalid, certainly a convalescent without any use.

   Congratulations to all the fellow writers around the world and this day will serve to unite us more and more around the art that we love, because without it we are nothing. HAPPY 25TH OF JULY, WRITER'S DAY.

Writer Text and Author Tony Casanova. All Rights Reserved and guaranteed by the National and International Laws for the Protection of Intellectual Property Rights. No part of it may be copied, collated, reproduced or disseminated, regardless of its means or purpose. The violation of these Rights constitutes a crime and is passive of the applicable legal punishments.

Learn more about the author IN THIS LINK
.................................................. .................................................. ....................

 Prosa | Palabras de un Escritor | El Poeta

  ¿Quién puede definir la mente de un escritor o decirla presa por alguna razón, de verdad no sabe todavía que la mente de este ser divaga en sus versos y hace camino inverso de la propia razón. No se prende a lo que se ve, pero se revela en lo que se lee, en las cosas del corazón. Se dice que el poeta mente, que por ventura es un fingidor, pero el mal de quien así interpretó, no supo leer el escrito, a pesar de tenerlo bonito, no le correspondió entendimiento. Deberes el poeta mente que no se siente, de este tanto hasta que yo mentiría y ya mentí, pues tantas veces he negado el sentimiento por miedo a la desilusión, de nuevo las cosas del corazón y nuevamente la mente mente, por así decir.
  ¿Cómo se aprisiona un poeta, sino por el sentimiento que le domina y la pasión que lo inspira? No que sienta un poeta diferente de lo que siente tanta gente o que cale su mente cuando ella quiere hablar. ¡No! Nada de eso. Es también un sentimiento, un apasionado inconsecuente, amante de la vida y loco para ser feliz y para aquel que dice que el poeta miente, menta que nunca mintió ciertamente o se dé por inocente en las peleas del amor, pero sepa que aunque no confiese Delante de la gente, su mente ya le entregó.
  Un poeta, un escritor no se aferra a sus piernas o nada y fuera él una nave estaría a la deriva, pues no hay rumbo correcto a seguir, sólo lo que ha de venir y en el presente sólo sus versos, en el futuro quién sabe, Vendrán hermosas aventuras, frutos de sus travesuras o nada podrá venir. ¿Quién puede garantizar cuando nace la inspiración? Ni yo ni tú ni nadie en tu razón. Hoy, día del Escritor, quise mi mente predicar esta pieza y entregarme este texto que ahora os repaso. Siempre agradezco y todavía creo que no merezco ser portador de sus palabras, tan pequeñito me encuentro, pero obedezco a aquella que me inspira.
  Estoy seguro de que un día encontraré la poesía en su descanso tranquilo en un lugar maravilloso y que este día sea de armonía, un día muy rico lleno de alegría a mi llegada. Por ahora doy enhorabuena a esta bella y repito siempre para ella la razón de mi amor. No sería feliz si ella me faltar y no me visitase la inspiración que me puebla la mente. Me sentiría inválido, de cierto un convaleciente sin utilidad alguna.

   Enhorabuena a todos los colegas escritores esparcidos por el mundo y que este día sirva para unir cada vez más en torno al arte que amamos, pues sin ella nada somos. FELIZ 25 DE JULIO, DÍA DE LA OFICINA.

Texto del Escritor y Autor Tony Casanova. Todos los Derechos Reservados y garantizados por las Leyes Nacionales e Internacionales de Protección a los Derechos de Propiedad Intelectual. Prohibida la copia, collage, reproducción o divulgación de cualquier naturaleza, del todo o parte de él, independientemente de los medios o fines. La violación de estos derechos se constituye en delito y está pasiva de las sanciones legales.

Más información del autor EN ESTE LINK

Postagens mais visitadas deste blog

Bigo Live | Como Conseguir Mais Beans. | Dicas.

Laura Mendes Aguiar Cerqueira | Atriz Brasileira | Minas Gerais

Crônica | Adorável Vida no Campo.