Breaking

Relacionamentos | Como Sou eu no Amor | Como Deve Ser?

  Certa vez alguém perguntou-me a respeito de como encontrar a pessoa ideal. Minha resposta foi direta: - Basta que se não procure. Pela fisionomia de quem perguntou, creio que a resposta não foi satisfatória ou pelo menos não aquela esperada, mas mantive a resposta e depois expliquei porque. Obviamente que é a minha opinião, mas a pessoa que fez a pergunta queria uma ótica diferente da que tinha para encerrar algumas dúvidas. Vamos então por partes. Eu particularmente não creio em procura quando se trata de relacionamentos. Esta ação automatiza a relação e maquia nossos pensamentos, nos dando a sensação ilusória de que encontramos a pessoa perfeita, ideal para nós. Felizmente no amor não funciona assim, portanto não adianta ficarmos tentando "escolher" pessoas, mas deixar que o amor aconteça entre ambos.
  Não se trata de deitar-se em uma rede e esperar a chuva cair na boca para beber água, nada disso! Mas também não é para que façamos atos desatinados que beiram o desespero para encontrarmos alguém para nos relacionarmos, isso nunca! No amor a paciência conta muito e ela é sinônimo de qualidade nas relações, por isso saiba esperar com paciência. Evite o oferecimento ou aquelas ações que praticamente te "jogam" para cima de desconhecidos só para relacionar-se. Deixe o tempo encarregar-se de fazer o seu papel sem que você fique reclamando que está encalhado(a). Isto é uma grande bobagem e acreditar nisso é insano. Tudo ocorrerá a seu tempo e sua hora, espere.
  Não perca seu tempo buscando a pessoa perfeita. Ela simplesmente não existe! Pessoas certinhas demais geralmente ocultam defeitos enormes e que certamente você terá dificuldade de absorver, mas o pior é que depois que estamos envolvidos fica muito difícil retroagirmos destes relacionamentos. Sempre haverão algumas situações em que teremos que exercitar nossas virtudes e o melhor é que se esteja preparado(a) para isso com a pessoa que escolhemos para estar junto. Cuidado com aquele ditado absurdamente muito usado e que diz: "Quem perdoa é Jesus Cristo!'. Sim Ele perdoa, mas em nome do amor nós também devemos perdoar. Que tipo de amor estamos ofertando se nele não há a prática do perdão? Se quando erramos pedimos desculpas e queremos perdão, por que não perdoamos também?
  Tenho visto muitas pessoas afirmarem que o amor não existe. Obviamente que são pessoas magoadas por decepções, experiências frustradas onde foram mal amadas, traídas, desvalorizadas ou coisas do gênero, mas eu digo que de fato o amor conveniente não existe ou existe e não é amor. Se amamos só buscando receber sem retribuir ou não conseguimos perdoar então não amamos. Isto é tão lógico quanto óbvio. Mas no universo das relações há muito mais que apenas perdão á ser doado e as pessoas se frustram porque não são correspondidas como gostariam, mas será que elas correspondem ao outro como deveriam? Fica a pergunta no ar.  

Texto do Escritor e Autor Tony Casanova. Todos os Direitos Reservados e garantidos pelas Leis Nacionais e Internacionais de Proteção aos Direitos de Propriedade Intelectual. Proibida a cópia, colagem, reprodução ou divulgação de qualquer natureza, do todo ou parte dele, independente dos meios ou fins. A violação destes Direitos constitui-se crime e está passiva das punições legais cabíveis. 

Saiba mais do autor NESTE LINK
...............................................................................................................................................

  Relationships | How Am I In Love | How should be?

 Someone once asked me about how to find the ideal person. My answer was direct: "Just do not look. From the physiognomy of those who asked, I think the answer was not satisfactory or at least not what was expected, but I kept the answer and then explained why. Obviously that is my opinion, but the person who asked the question wanted a different perspective than he had to close some doubts. Let us then by parts. I do not particularly believe in looking when it comes to relationships. This action automates the relationship and makes up our thoughts, giving us the illusory feeling that we find the perfect person, ideal for us. Luckily in love it does not work that way, so it's no use trying to "pick" people, but letting love happen between them.
  It's not about lying in a hammock and waiting for rain to fall in the mouth to drink water, none of it! But it is also not for us to do wild acts that border the despair to find someone to relate to, that never! In love patience counts a lot and it is synonymous with quality in relationships, so know how to wait patiently. Avoid offering or those actions that virtually "throw" you over strangers just to relate. Let time take charge of doing your part without you complaining that you are stranded. This is bullshit and believing it is insane. Everything will happen in its time and its time, wait.
  Do not waste your time searching for the perfect person. It simply does not exist! Too many people too often conceal huge flaws and you will certainly have difficulty absorbing them, but the worst of it is that once we get involved it becomes very difficult to get back out of these relationships. There will always be some situations where we will have to exercise our virtues and it is best to be prepared for this with the person we choose to be with. Beware of that absurdly used saying, "Who forgives is Jesus Christ!" Yes, He forgives, but in the name of love we must also forgive.What kind of love are we offering if there is no forgiveness practice? When we make mistakes, we apologize and we want forgiveness, why do not we forgive too?
  I have seen many people claim that love does not exist. Obviously they are people hurt by disappointments, frustrated experiences where they have been badly loved, betrayed, devalued, or the like, but I say that in fact, convenient love does not exist or exists and is not love. If we love only seeking to receive without giving back or we can not forgive then we do not love. This is as logical as it is obvious. But in the universe of relationships there is much more than just forgiveness to be donated and people are frustrated because they are not reciprocated as they would like, but do they correspond to each other as they should? The question remains in the air.

Writer Text and Author Tony Casanova. All Rights Reserved and guaranteed by the National and International Laws for the Protection of Intellectual Property Rights. No part of it may be copied, collated, reproduced or disseminated, regardless of its means or purpose. The violation of these Rights constitutes a crime and is passive of the applicable legal punishments.

Learn more about the author IN THIS LINK
.................................................. .................................................. ...........................................

 Relaciones | Como soy yo en el amor | ¿Como debe ser?

 Una vez alguien me preguntó acerca de cómo encontrar a la persona ideal. Mi respuesta fue directa: - Basta que si no buscas. Por la fisonomía de quien preguntó, creo que la respuesta no fue satisfactoria o por lo menos no la esperada, pero mantuve la respuesta y luego expliqué por qué. Obviamente, es mi opinión, pero la persona que hizo la pregunta quería una óptica diferente de la que tenía para cerrar algunas dudas. Entonces vamos por partes. En particular, no creo en la búsqueda cuando se trata de relaciones. Esta acción automatiza la relación y maquia nuestros pensamientos, dándonos la sensación ilusoria de que encontramos a la persona perfecta, ideal para nosotros. Afortunadamente en el amor no funciona así, por lo que no sirve de "elegir" a las personas, sino dejar que el amor suceda entre ambos.
  No se trata de acostarse en una red y esperar que la lluvia caiga en la boca para beber agua, nada de eso. Pero tampoco es para que hagamos actos desatinados que bordean la desesperación para encontrar a alguien para relacionarnos, eso nunca! En el amor la paciencia cuenta mucho y ella es sinónimo de calidad en las relaciones, por eso sepa esperar con paciencia. Evite el ofrecimiento o aquellas acciones que prácticamente te "juegan" hacia arriba de desconocidos sólo para relacionarse. Deja que el tiempo se encargue de hacer tu papel sin que te quedes quejándose que está encallado (a). Esto es una gran tontería y creer en eso es insano. Todo ocurrirá a su tiempo y su hora, espere.
  No pierda su tiempo buscando a la persona perfecta. ¡Simplemente no existe! Las personas demasiado cerradas generalmente ocultan defectos enormes y que seguramente tendrá dificultad para absorber, pero lo peor es que después de que estamos involucrados es muy difícil retroceder de estas relaciones. Siempre habrá algunas situaciones en las que tendremos que ejercitar nuestras virtudes y lo mejor es que se esté preparado para ello con la persona que elegimos para estar juntos. Y que dice: "¡Quién perdona es Jesucristo!" Sí Él perdona, pero en el nombre del amor también debemos perdonar. ¿Qué tipo de amor estamos ofreciendo si no hay práctica del perdón? Cuando erramos pedimos disculpas y queremos perdón, ¿por qué no perdonamos también?
  He visto a muchas personas afirmar que el amor no existe. Obviamente, son personas heridas por decepciones, experiencias frustradas donde fueron mal amadas, traicionadas, desvalorizadas o cosas del género, pero yo digo que de hecho el amor conveniente no existe o existe y no es amor. Si amamos sólo buscando recibir sin retribuir o no conseguimos perdonar entonces no amamos. Esto es tan lógico como obvio. Pero en el universo de las relaciones hay mucho más que sólo perdón a ser donado y la gente se frustra porque no se corresponden como les gustaría, pero ¿se corresponden al otro como deberían? La pregunta en el aire.

Texto del Escritor y Autor Tony Casanova. Todos los Derechos Reservados y garantizados por las Leyes Nacionales e Internacionales de Protección a los Derechos de Propiedad Intelectual. Prohibida la copia, collage, reproducción o divulgación de cualquier naturaleza, del todo o parte de él, independientemente de los medios o fines. La violación de estos derechos se constituye en delito y está pasiva de las sanciones legales apropiadas.

Más información del autor EN ESTE LINK

Seguidores do Google

Matéria de Hoje

Projeto Roda Cultural | Como Você Pode Ajudar.

  O Projeto Roda Cultural, idealizado pelo escritor  brasileiro Tony Casanova no ano de 2010, tem como objetivo abordar e divulgar temas...

Outras Páginas do Autor

Quem sou eu

Minha foto

Tony Casanova, brasileiro, natural de Salvador-BA, escreve desde 1976 e é fundador e administrador do Projeto Roda Cultural, instituição virtual de apoio ás Artes e Artistas em geral. Autor dos E-books "Panorama da Artes", "No Litoral das Relações" , "Relações Instáveis", "O Amor Fala Francês", "O amor segundo a Bíblia", este último inspirado em uma matéria sua publicada no blog Mesa Farta e que teve mais de 10.000 leitores. O escritor Tony Casanova escreve em vários estilos, tendo herdado suas técnicas a partir de leituras feitas a partir de grandes vultos da literatura brasileira, entre os quais estão Castro Alves, Rui Barbosa, Cora Coralina, Érico Veríssimo, Carlos Drummond de Andrade e outros. Gosta do estilo lírico e tem forte inclinação a esta técnica. O autor tem várias publicações em suas páginas da internet. Entre os gêneros literários que escreve estão a Crônica, Poesia, Poema, Ficção e Romance.