Ciência | Decifrando a Fonte da Vida.

  Hoje nós iremos juntos analisar algumas questões acerca da vida. Sua relação com o mundo, suas bases e estrutura. Quero abrir a matéria falando de combustível e energia, isso mesmo, assim como qualquer outro ser vivo ou mesmo algumas máquinas, todos nós precisamos de energia. A energia é a dinâmica do movimento dos corpos, aquilo que os tira da inércia e nos capacita ás ações. Fato comum é associarmos de imediato a palavra energia á aquela que mais usamos, a elétrica, mas existem diversos tipos de energia e basicamente todas elas são produtoras de calor e movimento. A energia elétrica é
apenas uma destas fontes.  Nosso corpo é vivo e é assim porque possui energia que o movimenta. Nós já sabemos que a inércia da vida é a morte ou seja, a ausência da energia que nos mantém vivos. Podemos então, a grosso modo presumir que a morte é a ausência da energia da vida, o desligamento que encerra o ciclo desta energia que alimenta o corpo e seus órgãos. Filosófico, mas bastante prático e nada novo.
  Já falei da energia, agora vou falar do combustível que irá fornecer a geração desta energia, produzindo os elementos essenciais que manterão o corpo e os órgãos vivos.  No caso dos veículos e algumas máquinas estes combustíveis são a gasolina, o óleo diesel ou o álcool, podendo existir outros meios de geração de energia para os motores, no caso do ser humano os combustíveis são os alimentos que depois de consumidos são processados e transformados e a partir dai são selecionados os elementos importantes para a manutenção de todo o corpo e a produção de energia vital. Sem a ingestão dos alimentos o corpo para, não resiste a ausência de energia e gradativamente vai á inércia porque lhe faltam subsídios que forneçam energia para que se mantenha vivo. Óbvio que estou indo aos estremos já que abri aqui comparação entre viver e morrer, mas a ausência de alimentos pode produzir males como mau funcionamento de órgãos, surgimento de enfermidades importantes, falta de disposição, enfim. 
  Se observarmos um fato que ocorre no momento antes da geração do feto; a fecundação, podemos perceber que os espermatozoides são formas vivas que se movimentam freneticamente em direção ao óvulo. Mais uma vez a grosso modo podemos dizer que ali está a vida, pois para movimentar-se o espermatozoide precisa de energia. É como se uma vida fosse transportada para outra para dar origem a uma nova. Pode ser maluquice minha tendo em vista que não sou especialista na área, sou apenas um leigo curioso e observador que está aqui compartilhando suas observações. Vou á partir de agora falar um pouquinho sobre o efeito desta energia em nós, como nosso corpo processa tudo isso e como neutralizar descargas perigosas e desnecessárias. Vamos lá então.
  Então, estamos vivos e cheios de energia e o produto dela são as nossas ações. Processadas pelo cérebro, a energia é distribuída ao nosso corpo sob a forma de impulsos elétricos que geram comandos ao nosso corpo determinando o que ele deve fazer. Logicamente são os sentidos que captam informações sobre o mundo externo e os codificam em impulsos que chagam até o cérebro que produz novos impulsos que resultam em reações. Complicado não é? E pensar que tudo isso ocorre tão rapidamente que ás vezes chega a ser impossível cronometrar. Este é o maravilhoso ciclo da vida onde os alimentos são essenciais no processo de transformação e produção da energia que nos garantirá a vida. Espero que tenha gostado da matéria e se gostou, compartilhe, comente. Seu comentário é muito importante. Forte abraço e até a próxima.


A presente obra, bem como todos os textos contidos nesta web página encontram-se protegidos pelas Leis Nacionais e Internacionais de Direitos de Propriedade Intelectual, sendo proibidas as cópias, colagens, reprodução, divulgação ou uso dos conteúdos apresentados neste blog, independente dos meios ou finalidades, sem a autorização expressa do autor Tony Casanova, a quem cabe, única e exclusivamente os Direitos sobre o material apresentado. A violação destes Direitos se constitui crime previsto na Legislação e será punida com os rigores legais.

Para saber mais sobre Tony Casanova e aquisição de suas publicações, acesse ESTE LINK
........................................................................................................................................

Cience | Deciphering the Source of Life.

Today we will go together to analyze some questions about life. Its relation with the world, its bases and structure. I want to open the matter by talking about fuel and energy, that's right, just like any other living thing or even some machines, we all need energy. Energy is the dynamics of the movement of bodies, that which takes them out of inertia and enables us to act. It is a common fact to immediately associate the word energy with the one we use the most, the electric, but there are several types of energy and basically all of them produce heat and movement. Electric power is just one of these sources. Our body is alive and it is because it has energy that moves it. We already know that the inertia of life is death ie the absence of energy that keeps us alive. We can then, roughly assume that death is the absence of the energy of life, the disconnection that encloses the cycle of this energy that feeds the body and its organs. Philosophical, but quite practical and nothing new.

I've talked about energy, now I'm going to talk about the fuel that will provide the generation of this energy, producing the essential elements that will keep the body and the organs alive. In the case of vehicles and some machines these fuels are gasoline, diesel or alcohol, and there may be other means of generating energy for the engines, in the case of humans fuels are the foods that after being consumed are processed and processed and from there the important elements for the maintenance of the whole body and the production of vital energy are selected. Without ingestion of food the body stops, it does not resist the absence of energy and gradually goes into inertia because it lacks subsidies that provide energy to keep it alive. Obviously I'm going to the extremes since I opened here comparison between living and dying, but the absence of food can produce maladies such as malfunctioning of organs, emergence of important diseases, lack of disposition, anyway.

If we observe a fact that occurs at the moment before the generation of the fetus; fertilization, we can see that spermatozoa are living forms that move frantically toward the ovum. Once again we can say that life is there, because in order to move the sperm needs energy. It is as if one life were transported to another to give rise to a new one. It may be crazy of me since I am not an expert in the field, I am just a curious and observant layman who is here sharing his observations. I will now speak a little about the effect of this energy on us, how our body processes all this and how to neutralize dangerous and unnecessary discharges. Let's go then.

So we are alive and full of energy and the product of it is our actions. Processed by the brain, the energy is delivered to our body in the form of electrical impulses that generate commands to our body determining what it should do. Logically, it is the senses that pick up information about the external world and encode it into impulses that carry the brain that produces new impulses that result in reactions. Complicated is not it? And to think that all this happens so quickly that sometimes it is impossible to time. This is the wonderful cycle of life where food is essential in the process of transformation and production of energy that will guarantee life. I hope you enjoyed the article and if you liked it, share it, comment. Your comment is very important. Strong hug and see you next time.

The present work, as well as all the texts contained in this web page, are protected by the National and International Laws of Intellectual Property Rights, being prohibited copies, collages, reproduction, dissemination or use of the contents presented in this blog, regardless of media or without the express authorization of the author Tony Casanova, who is solely and exclusively responsible for the material presented. The violation of these Rights constitutes a crime provided for in the Legislation and will be punished with the legal rigors.

To know more about Tony Casanova and the acquisition of his publications, visit THIS LINK
................................................................................................................................ 

Ciencia y Tecnología | Decifrando la Fuente de la Vida.

Hoy vamos juntos a analizar algunas cuestiones acerca de la vida. Su relación con el mundo, sus bases y estructura. Quiero abrir la materia hablando de combustible y energía, eso mismo, así como cualquier otro ser vivo o incluso algunas máquinas, todos necesitamos energía. La energía es la dinámica del movimiento de los cuerpos, aquello que los quita de la inercia y nos capacita a las acciones. El hecho común es asociar de inmediato la palabra energía a la que más usamos, la eléctrica, pero existen diversos tipos de energía y básicamente todas ellas son productoras de calor y movimiento. La energía eléctrica es sólo una de estas fuentes. Nuestro cuerpo es vivo y es así porque posee energía que lo mueve. Ya sabemos que la inercia de la vida es la muerte o sea, la ausencia de la energía que nos mantiene vivos. Podemos entonces, a grosso modo presumir que la muerte es la ausencia de la energía de la vida, el cierre que encierra el ciclo de esta energía que alimenta el cuerpo y sus órganos. Filosófico, pero bastante práctico y nada nuevo.

Ya hablé de la energía, ahora voy a hablar del combustible que va a proporcionar la generación de esta energía, produciendo los elementos esenciales que mantendrán el cuerpo y los órganos vivos. En el caso de los vehículos y algunas máquinas estos combustibles son la gasolina, el diesel o el alcohol, pudiendo existir otros medios de generación de energía para los motores, en el caso del ser humano los combustibles son los alimentos que después de consumidos son procesados ​​y transformados y desde allí se seleccionan los elementos importantes para el mantenimiento de todo el cuerpo y la producción de energía vital. Sin la ingesta de los alimentos el cuerpo para, no resiste la ausencia de energía y gradualmente va a la inercia porque le faltan subsidios que suministran energía para que se mantenga vivo. En el caso de que se produzca un cambio en la calidad de vida de la población, se debe tener en cuenta que, en la mayoría de los casos, la falta de alimentos puede producir males como mal funcionamiento de órganos, surgimiento de enfermedades importantes, falta de disposición, en fin.

Si observamos un hecho que ocurre en el momento antes de la generación del feto; la fecundación, podemos percibir que los espermatozoides son formas vivas que se mueven frenéticamente hacia el óvulo. Una vez más a grosso modo podemos decir que allí está la vida, pues para moverse el espermatozoide necesita energía. Es como si una vida fuera transportada a otra para dar origen a una nueva. Puede ser maluquice mía teniendo en vista que no soy especialista en el área, soy sólo un laico curioso y observador que está aquí compartiendo sus observaciones. Voy a partir de ahora hablar un poquito sobre el efecto de esta energía en nosotros, como nuestro cuerpo procesa todo eso y cómo neutralizar las descargas peligrosas e innecesarias. Vamos entonces.

Entonces, estamos vivos y llenos de energía y el producto de ella son nuestras acciones. Procesadas por el cerebro, la energía se distribuye a nuestro cuerpo bajo la forma de impulsos eléctricos que generan comandos a nuestro cuerpo determinando lo que debe hacer. Lógicamente son los sentidos que captan informaciones sobre el mundo externo y los codifican en impulsos que chagan hasta el cerebro que produce nuevos impulsos que resultan en reacciones. ¿Complicado no es? Y pensar que todo esto ocurre tan rápidamente que a veces llega a ser imposible medir el tiempo. Este es el maravilloso ciclo de la vida donde los alimentos son esenciales en el proceso de transformación y producción de la energía que nos garantizará la vida. Espero que haya gustado la materia y si te gustó, comparta, comente. Su comentario es muy importante. Fuerte abrazo y hasta la próxima.

La presente obra, así como todos los textos contenidos en esta página web, se encuentran protegidos por las Leyes Nacionales e Internacionales de Derechos de Propiedad Intelectual, siendo prohibidas las copias, collages, reproducción, divulgación o uso de los contenidos presentados en este blog, independiente de los medios o sin la autorización expresa del autor Tony Casanova, a quien corresponde, única y exclusivamente los Derechos sobre el material presentado. La violación de estos Derechos se constituye crimen previsto en la Legislación y será sancionada con los rigores legales.

Para saber más sobre Tony Casanova y la adquisición de sus publicaciones, visite ESTE LINK

Quem sou eu

Minha foto

Tony Casanova, brasileiro, natural de Salvador-BA, escreve desde 1976 e é fundador e administrador do Projeto Roda Cultural, instituição virtual de apoio ás Artes e Artistas em geral. Autor dos E-books "Panorama da Artes", "No Litoral das Relações" , "Relações Instáveis", "O Amor Fala Francês", "O amor segundo a Bíblia", este último inspirado em uma matéria sua publicada no blog Mesa Farta e que teve mais de 10.000 leitores. O escritor Tony Casanova escreve em vários estilos, tendo herdado suas técnicas a partir de leituras feitas a partir de grandes vultos da literatura brasileira, entre os quais estão Castro Alves, Rui Barbosa, Cora Coralina, Érico Veríssimo, Carlos Drummond de Andrade e outros. Gosta do estilo lírico e tem forte inclinação a esta técnica. O autor tem várias publicações em suas páginas da internet. Entre os gêneros literários que escreve estão a Crônica, Poesia, Poema, Ficção e Romance.

Estamos no Twitter

publicidade