Reflexão | Mil Razões para Ser Feliz.

  Existem pessoas que encontram a felicidade em praticamente todos os momentos, outras no entanto não conseguem encontrá-la em momento algum. Não podemos culpar a vida por isso, pois ela é repleta de oportunidades para sermos felizes, inclusive nas adversidades, basta sabermos captar as coisas positivas destes momentos. Nossa matéria de hoje traz esta reflexão para você na esperança de que ela possa te dar alguma luz em meio ás nuvens de infelicidade. Peço que se gostar do artigo, por favor compartilhe-o, comente e siga esta blog. Estas ações são muito importantes para a continuidade do nosso trabalho. Obrigado. Continue lendo...
  Todos nós sabemos que não podemos ser felizes o tempo inteiro, infelizmente não, mas dá para ser feliz pelo máximo de tempo possível, porém o que acontece é que estamos habituados a esperar pelos eventos que possam nos trazer felicidade, assim não percebemos tantos outros motivos que temos para usufruir.  A felicidade antes mesmo de ser um estado de espírito deve ser uma cultura e nós podemos sim ser felizes de forma saudável buscando nos pequenos momentos das nossas vidas a razão que nos alimentará.  Se observarmos o exemplo puro e verdadeiro do povo pobre da África veremos que ali pode ser encontrada a felicidade, independente da pobreza. Não é a falta de luxo que os afeta, eles aprenderam a ser felizes com o pouco que possuem.


  Mas no mundo nem todos são pobres, mas diga-se de passagem que há povos abastados que também sofrem com a infelicidade mesmo possuindo bens e riquezas.  Isso mesmo! Porque felicidade verdadeira não provém do que se compra, do que se tem, mas de como se está. Não é uma coisa que se possa comprar ou vender. Alguém pode ser imensamente feliz levando uma vida solitária, distante do glamour urbano. Por outro lado pode-se estar triste mesmo com toda agitação de pessoas á volta. Felicidade é na verdade aquilo que nos completa, sejamos ricos ou pobres, considerados feios ou bonitos, enfim tudo tem a ver com o momento em que estamos conosco mesmo. Se um dia você acordar sorrindo e perceber a beleza de tudo que está á volta, isto é felicidade, mas lembre-se de que sempre haverá razões para ser feliz que estarão ocultas no nosso dia-a-dia. Basta procurá-las.

  Quando nos propomos a buscar a felicidade a todo custo parece que ela foge de nós. Isto porque com esta busca desenfreada desviamos o foco e passamos a tentar alcançar aquilo que não podemos tocar. Não somos manipuladores de eventos, pelo contrário, a vida acontece repleta de bons ou maus momentos e precisamos estar prontos para eles. É óbvio que desejamos sorrir todo tempo, mas não podemos desistir caso em algum momento isto não seja possível. Se hoje não encontramos uma razão para sermos felizes, amanhã será um novo dia e certamente a vida se encarregará de nos trazer os motivos que precisamos para sorrir.  O importante é continuar tentando. Tristezas virão, alegrias também e nesta gangorra se equilibra a nossa vida. 

  Só o fato de estarmos vivos e poder continuar tentando ser feliz já é motivo para alegrar-se, portanto alegre-se, viva e lute por momentos bons.  A felicidade é algo tão mágico que sempre que você a compartilha ela se multiplica, então faça isso. Compartilhe alegrias, bons momentos, coisas boas e positivas. Ser positivo(a) atrai pessoas que também estão assim e tudo passa a ser contagiante, gostoso e benéfico a todos. O mais intrigante é que a felicidade ás vezes está onde menos esperamos: Ás vezes em um sorriso, no sol que nasce, na beleza de um rio ou do mar, nas flores, no recebimento de um cumprimento, enfim ela pode ser encontrada nas mínimas coisas, só precisamos ser receptivos. Imagine-se feliz, sorria, cumprimente, abrace e viva. O período de vida que temos é curto e nem sempre temos tempo para fazer isso. Abração.  

A presente obra, bem como todos os textos contidos nesta web página encontram-se protegidos pelas Leis Nacionais e Internacionais de Direitos de Propriedade Intelectual, sendo proibidas as cópias, colagens, reprodução, divulgação ou uso dos conteúdos apresentados neste blog, independente dos meios ou finalidades, sem a autorização expressa do autor Tony Casanova, a quem cabe, única e exclusivamente os Direitos sobre o material apresentado. A violação destes Direitos se constitui crime previsto na Legislação e será punida com os rigores legais.

Para saber mais sobre Tony Casanova e aquisição de suas publicações, acesse ESTE LINK
...................................................................................................................................................

 Reflection | A Thousand Reasons to Be Happy.

  There are people who find happiness at practically every moment, others nevertheless can not find it at any moment. We can not blame life for it, because it is full of opportunities to be happy, even in adversity, just know how to capture the positive things of these moments. Our story today brings this reflection to you in the hope that it may give you some light amid the clouds of unhappiness. I ask that if you like the article, please share it, comment and follow this blog. These actions are very important for the continuity of our work. Thank you. Keep reading...

  We all know that we can not be happy the whole time, unfortunately not, but you can be happy for as long as possible, but what happens is that we are accustomed to wait for events that can bring us happiness, so we do not realize so many other reasons that we have to enjoy. Happiness before it is even a state of mind must be a culture and we can rather be happy in a healthy way by seeking in the small moments of our lives the reason that will feed us. If we look at the pure and true example of the poor people of Africa we will see that happiness can be found there, independent of poverty. It is not the lack of luxury that affects them, they have learned to be happy with what little they possess.

  But in the world not all are poor, but it is said in passing that there are wealthy people who also suffer from unhappiness even possessing wealth and wealth. That's it! Because true happiness does not come from what you buy, from what you have, but from how you are. It is not something you can buy or sell. One can be immensely happy leading a solitary life away from urban glamor. On the other hand you can be sad even with all the excitement of people around. Happiness is actually what completes us, whether we are rich or poor, considered ugly or beautiful, anyway everything has to do with the moment we are with ourselves. If one day you wake up smiling and realize the beauty of everything that is around, this is happiness, but remember that there will always be reasons to be happy that will be hidden in our day to day. Just look for them.

  When we set out to seek happiness at all costs it seems that it runs away from us. This is because with this unbridled search we turn our focus and try to reach what we can not touch. We are not event manipulators, on the contrary, life happens full of good or bad moments and we need to be ready for them. Obviously we want to smile all the time, but we can not give up if at some point this is not possible. If today we do not find a reason to be happy, tomorrow will be a new day and surely life will take care of bringing us the reasons we need to smile. The important thing is to keep trying. Sadness will come, joys also and in this seesaw balances our life.

  Only the fact that we are alive and can continue to try to be happy is already reason to rejoice, so be cheerful, live and fight for good moments. Happiness is something so magical that whenever you share it it multiplies itself, so do it. Share joys, good times, good and positive things. Being positive attracts people who are also like that and everything becomes contagious, tasty and beneficial to all. The most intriguing is that happiness is sometimes where we least expect it: Sometimes in a smile, in the sun that is born, in the beauty of a river or sea, in flowers, in receiving a greeting, finally it can be found in the minimum things, we just need to be receptive. Imagine yourself happy, smile, greet, hug and live. The life span we have is short and we do not always have the time to do it. Thank you.

The present work, as well as all the texts contained in this web page, are protected by the National and International Laws of Intellectual Property Rights, being prohibited copies, collages, reproduction, dissemination or use of the contents presented in this blog, regardless of media or without the express authorization of the author Tony Casanova, who is solely and exclusively responsible for the material presented. The violation of these Rights constitutes a crime provided for in the Legislation and will be punished with the legal rigors.

To know more about Tony Casanova and the acquisition of his publications, visit THIS LINK
...................................................................................................................................................

Reflexión | Mil razones para ser feliz.

  Hay personas que encuentran la felicidad en prácticamente todos los momentos, otras sin embargo no pueden encontrarla en ningún momento. No podemos culpar la vida por eso, pues ella está repleta de oportunidades para ser felices, incluso en las adversidades, basta con saber captar las cosas positivas de estos momentos. Nuestra materia de hoy trae esta reflexión para usted con la esperanza de que ella pueda dar alguna luz en medio de las nubes de infelicidad. Pido que si te gusta el artículo, por favor comparte, comente y siga este blog. Estas acciones son muy importantes para la continuidad de nuestro trabajo. Gracias. Continuar leyendo ...

  Todos sabemos que no podemos ser felices todo el tiempo, desgraciadamente no, pero da para ser feliz por el máximo tiempo posible, pero lo que pasa es que estamos acostumbrados a esperar por los eventos que puedan traer felicidad, así que no percibimos tantos otros motivos que tenemos para disfrutar. La felicidad antes de ser un estado de espíritu debe ser una cultura y nosotros sí podemos ser felices de forma sana buscando en los pequeños momentos de nuestras vidas la razón que nos alimentará. Si observamos el ejemplo puro y verdadero del pueblo pobre de África veremos que allí se puede encontrar la felicidad, independiente de la pobreza. No es la falta de lujo que los afecta, que han aprendido a ser felices con lo poco que poseen.

  Pero en el mundo no todos son pobres, pero se diga de paso que hay pueblos ricos que también sufren con la infelicidad incluso poseiendo bienes y riquezas. ¡Eso mismo! Porque la felicidad verdadera no proviene de lo que se compra, de lo que se tiene, sino de cómo se está. No es una cosa que se pueda comprar o vender. Alguien puede ser inmensamente feliz llevando una vida solitaria, distante del glamour urbano. Por otro lado se puede estar triste incluso con toda agitación de personas alrededor. La felicidad es en realidad lo que nos completa, seamos ricos o pobres, considerados feos o bonitos, en fin todo tiene que ver con el momento en que estamos con nosotros mismos. Si un día despertar sonriendo y percibir la belleza de todo lo que está alrededor, esto es felicidad, pero recuerde que siempre habrá razones para ser feliz que estarán ocultas en nuestro día a día. Sólo tienes que buscarlas.

  Cuando nos proponemos a buscar la felicidad a toda costa parece que ella huye de nosotros. Esto porque con esta búsqueda desenfrenada desviamos el foco y pasamos a intentar alcanzar lo que no podemos tocar. No somos manipuladores de eventos, por el contrario, la vida ocurre repleta de buenos o malos momentos y necesitamos estar listos para ellos. Es obvio que deseamos sonreír todo el tiempo, pero no podemos desistir si en algún momento esto no es posible. Si hoy no encontramos una razón para ser felices, mañana será un nuevo día y ciertamente la vida se encargará de traernos los motivos que necesitamos para sonreír. Lo importante es seguir intentando. Tristezas vendrán, alegrías también y en esta gangorra se equilibra nuestra vida.

  Sólo el hecho de estar vivos y poder seguir tratando de ser feliz ya es motivo para alegrarse, por lo tanto goce, viva y luche por momentos buenos. La felicidad es algo tan mágico que siempre que la comparte se multiplica, entonces hazlo. Compartir alegrías, buenos momentos, cosas buenas y positivas. Ser positivo (a) atrae a personas que también están así y todo pasa a ser contagioso, sabroso y beneficioso para todos. El más intrigante es que la felicidad a veces está donde menos esperamos: A veces en una sonrisa, en el sol que nace, en la belleza de un río o del mar, en las flores, en el recibimiento de un cumplimiento, en fin ella puede ser encontrada en las mínimas las cosas, sólo necesitamos ser receptivos. Imagínese feliz, sonríe, saluda, abrace y viva. El período de vida que tenemos es corto y no siempre tenemos tiempo para hacerlo. Abrazo grande.

La presente obra, así como todos los textos contenidos en esta página web, se encuentran protegidos por las Leyes Nacionales e Internacionales de Derechos de Propiedad Intelectual, siendo prohibidas las copias, collages, reproducción, divulgación o uso de los contenidos presentados en este blog, independiente de los medios o sin la autorización expresa del autor Tony Casanova, a quien corresponde, única y exclusivamente los Derechos sobre el material presentado. La violación de estos Derechos se constituye crimen previsto en la Legislación y será sancionada con los rigores legales.

Para saber más sobre Tony Casanova y la adquisición de sus publicaciones, visite ESTE LINK 

Quem sou eu

Minha foto

Tony Casanova, brasileiro, natural de Salvador-BA, escreve desde 1976 e é fundador e administrador do Projeto Roda Cultural, instituição virtual de apoio ás Artes e Artistas em geral. Autor dos E-books "Panorama da Artes", "No Litoral das Relações" , "Relações Instáveis", "O Amor Fala Francês", "O amor segundo a Bíblia", este último inspirado em uma matéria sua publicada no blog Mesa Farta e que teve mais de 10.000 leitores. O escritor Tony Casanova escreve em vários estilos, tendo herdado suas técnicas a partir de leituras feitas a partir de grandes vultos da literatura brasileira, entre os quais estão Castro Alves, Rui Barbosa, Cora Coralina, Érico Veríssimo, Carlos Drummond de Andrade e outros. Gosta do estilo lírico e tem forte inclinação a esta técnica. O autor tem várias publicações em suas páginas da internet. Entre os gêneros literários que escreve estão a Crônica, Poesia, Poema, Ficção e Romance.

Estamos no Twitter

publicidade