Humanidade | Seres de Cristal.

 Todos nós, no decorrer da vida, lutamos para ocultar nossas fraquezas. Dores que se escondem no peito, mágoas não esquecidas, problemas não resolvidos, enfim diversos problemas nos afligem, muitas vezes secretamente e nós, como se tomados de um orgulho inexistente, relutamos em demonstrar nossas fraquezas. Muitas vezes, externamente sorrimos enquanto por dentro o choro contido luta para escapar. Nos autodefinimos como seres fortes, mas na verdade somos todos de cristal. Buscamos mostrar na aparência de um sorriso, uma felicidade que não conhecemos, mas que faz parte dos nossos objetivos. Somos assim, como cristais que brilham imponentes na espera de escondermos o quanto somos frágeis. Mantemos sempre oculta a fina linha da nossa fragilidade, aquela que nos separa da tão terrível depressão. Este é o nosso tema de hoje, fique sabendo mais. Continue lendo...


A estrutura humana por ser muito complexa é de difícil entendimento, mas nas coisas mais simples. Não raro interpretamos sentimentos de uma forma errada e por falta de entendimento, erramos se tentamos intervir ou fatalmente não fazemos isso. É algo semelhante ao que fazemos com cebolas; confundimos o seu tronco com folhas e suas folhas com a casca. A geração humana, infelizmente tem se tornado superficial e por conta disso não atinge camadas importantes da sua própria estrutura. É fácil supormos que todos que sorriem à nossa volta estão felizes, mas nem sempre está é a verdade. Nossa superficialidade não nos permite perceber a realidade porque ela nos resume ao que vemos e aquilo que vemos são sorrisos nos rostos. Não nos importa ir além dos rostos aparentemente alegres, descobrir dores, procurar problemas reais e dispor-se para eles.

Quando em outras épocas, haviam circos, cheios de cores, música e palhaços alegres, a platéia muitas vezes ia até o local afim de sufocar seus dissabores e nesta pressa de ajudar a si mesmo, acabavam por não perceber a tristea no sorriso do palhaço. Todos riam, muitas vezes sem razão alguma para isso, pois cada um dava importância aos seus próprios problemas. Em uma filosofia que reúne uma equação básica, veremos que se somarmos as tristezas alcançaremos a alegria de todos, mas se invertermos esta equação, os problemas se multiplicam. Obviamente, soma neste caso implica na união, no esforço de permanecer unido e buscar soluções em conjunto, algo que não temos feito ultimamente. Vivemos em universos particulares, em lutas individuais, onde cada um luta por si, desconhecendo desta forma, o real valor de produzir-se força através da união.

Como cristais, aquele que se quebra deveria ser colado pelo outro, restaurado afim de ressurgir com seu brilho em meio aos semelhantes. Sabendo que cada um de nós possui igual importância no mundo e temos responsabilidades que nos dão a competência para zelarmos uns dos outros, Cada um que se soma é um cristal que se une e reforça o grupo formado. Esta é uma ação que tem um peso muito grande na estrutura social humana. Mesmo entre os animais existem ações que revelam esta soma e sua importância para a preservação das espécies , inclusive para a espécie humana. É essencial refletirmos sobre isso e quem sabe passamos a ter atitudes melhores em relação aos outros. Um forte abraço e obrigado por ter vindo.

A presente obra, bem como todos os textos contidos nesta web página encontram-se protegidos pelas Leis Nacionais e Internacionais de Direitos de Propriedade Intelectual, sendo proibidas as cópias, colagens, reprodução, divulgação ou uso dos conteúdos apresentados neste blog, independente dos meios ou finalidades, sem a autorização expressa do autor Tony Casanova, a quem cabe, única e exclusivamente os Direitos sobre o material apresentado. A violação destes Direitos se constitui crime previsto na Legislação e será punida com os rigores legais.

Para saber mais sobre Tony Casanova e aquisição de suas publicações, acesse ESTE LINK
......................................................................................................................................................

Humanity | Crystal Beings.

  All of us, in the course of our lives, struggle to hide our weaknesses. Pains that hide in the chest, unforeseen hurts, unresolved problems, at last several problems afflict us, often secretly and we, as if taken from a nonexistent pride, we are reluctant to demonstrate our weaknesses. Often, we externally smile while inside weep restrained struggle to escape. We define ourselves as strong beings, but in truth we are all crystal. We seek to show the appearance of a smile, a happiness that we do not know, but that is part of our goals. We are like that, like crystals that shine imposing in the hope of hiding how fragile we are. We always keep hidden the thin line of our fragility, the one that separates us from the terrible depression. This is our theme for today, know more. Keep reading...

The human structure being very complex is difficult to understand, but in the simplest things. Often we interpret feelings in a wrong way and because of lack of understanding, we make mistakes if we try to intervene or we do not do that. It is somewhat similar to what we do with onions; we confuse its trunk with leaves and its leaves with the bark. The human generation, unfortunately, has become superficial and because of this it does not reach important layers of its own structure. It is easy to assume that everyone who smiles around us is happy, but this is not always true. Our superficiality does not allow us to perceive reality because it sums up what we see and what we see are smiles on the faces. We do not mind going beyond the seemingly joyful faces, discovering pains, looking for real problems, and disposing of them.

When, at other times, there were circuses, full of colors, music and happy clowns, the audience often went to the place to quell their displeasures and in this hurry to help themselves, they ended up not realizing the sadness in the clown's smile. Everyone laughed, often for no reason at all, for each one gave importance to their own problems. In a philosophy that brings together a basic equation, we will see that if we add to the sadness we will reach the joy of all, but if we reverse this equation, the problems multiply. Obviously, summing in this case implies unity, striving to stay together and seek solutions together, something we have not done lately. We live in particular universes, in individual struggles, where each one fights for himself, ignoring in this way, the real value of producing strength through union.

Like crystals, the one that breaks must be glued by the other, restored in order to resurface with its brightness among the like. Knowing that each one of us has equal importance in the world and we have respecabilties that give us the competence to take care of each other, Each that is added is a crystal that unites and reinforces the formed group. This is an action that has a great weight in the human social structure. Even among animals there are actions that reveal this sum and its importance for the preservation of species, including for the human species. It is essential to reflect on this, and perhaps we have better attitudes toward others. A big hug and thank you for coming.

The present work, as well as all the texts contained in this web page, are protected by the National and International Laws of Intellectual Property Rights, being prohibited copies, collages, reproduction, dissemination or use of the contents presented in this blog, regardless of media or without the express authorization of the author Tony Casanova, who is solely and exclusively responsible for the material presented. The violation of these Rights constitutes a crime provided for in the Legislation and will be punished with the legal rigors.

To know more about Tony Casanova and the acquisition of his publications, visit THIS LINK
.....................................................................................................................................................

Humanidad | Seres de Cristal.

  Todos nosotros, en el transcurso de la vida, luchamos para ocultar nuestras debilidades. Los dolores que se esconden en el pecho, las penas no olvidadas, los problemas no resueltos, en fin diversos problemas nos afligen, muchas veces secretamente y nosotros, como si tomados de un orgullo inexistente, nos oponemos a demostrar nuestras debilidades. Muchas veces, externamente sonríen mientras por dentro el llanto contenido lucha para escapar. Nos autodefinimos como seres fuertes, pero en verdad somos todos de cristal. Buscamos mostrar en la apariencia de una sonrisa, una felicidad que no conocemos, pero que forma parte de nuestros objetivos. Somos así, como cristales que brillan imponentes en la espera de ocultar cuán fructificantes somos. Siempre mantenemos oculta la fina línea de nuestra fragilidad, la que nos separa de la tan terrible depresión. Este es nuestro tema de hoy, sé más. Continuar leyendo ...

La estructura humana por ser muy compleja es de difícil entendimiento, pero en las cosas más simples. No raramente interpretamos sentimientos de una forma equivocada y por falta de entendimiento, erramos si intentamos intervenir o fatalmente no lo hacemos. Es algo similar a lo que hacemos con cebollas; confundimos su tronco con hojas y sus hojas con la cáscara. La generación humana, desgraciadamente, se ha vuelto superficial y por ello no alcanza capas importantes de su propia estructura. Es fácil suponer que todos los que sonríen a nuestro alrededor están felices, pero no siempre es la verdad. Nuestra superficialidad no nos permite percibir la realidad porque ella nos resume a lo que vemos y lo que vemos son sonrisas en los rostros. No nos importa ir más allá de las caras aparentemente alegres, descubrir dolores, buscar problemas reales y disponer para ellos.

Cuando en otras épocas, había circos, llenos de colores, música y payasos alegres, la platea muchas veces iba hasta el lugar a fin de sofocar sus disgustos y en esta prisa de ayudarse a sí mismo, acababan por no percibir la tristeza en la sonrisa del payaso. Todos se reían, muchas veces sin razón alguna, porque cada uno daba importancia a sus propios problemas. En una filosofía que reúne una ecuación básica, veremos que si sumamos las tristezas alcanzaremos la alegría de todos, pero si invertimos esta ecuación, los problemas se multiplican. Obviamente, suma en este caso implica la unión, en el esfuerzo de permanecer unido y buscar soluciones en conjunto, algo que no hemos hecho últimamente. Vivimos en universos particulares, en luchas individuales, donde cada uno lucha por sí, desconociendo de esta forma, el real valor de producirse fuerza a través de la unión.

Como cristales, el que se rompe debería ser pegado por el otro, restaurado para resurgir con su brillo en medio de los semejantes. Sabiendo que cada uno de nosotros tiene igual importancia en el mundo y tenemos respetaciones que nos dan la competencia para velar unos de otros, cada uno que se suma es un cristal que se une y refuerza el grupo formado. Esta es una acción que tiene un peso muitogrande en la estructura social humana. Incluso entre los animales existen acciones que revelan esta suma y su importancia para la preservación de las especies, incluso para la especie humana. Es esencial reflexionar sobre eso y quien sabe pasamos a tener actitudes mejores en relación a los demás. Un fuerte abrazo y gracias por haber venido.

La presente obra, así como todos los textos contenidos en esta página web, se encuentran protegidos por las Leyes Nacionales e Internacionales de Derechos de Propiedad Intelectual, siendo prohibidas las copias, collages, reproducción, divulgación o uso de los contenidos presentados en este blog, independiente de los medios o sin la autorización expresa del autor Tony Casanova, a quien corresponde, única y exclusivamente los Derechos sobre el material presentado. La violación de estos Derechos se constituye crimen previsto en la Legislación y será sancionada con los rigores legales.

Para saber más sobre Tony Casanova y la adquisición de sus publicaciones, visite ESTE LINK

Quem sou eu

Minha foto

Tony Casanova, brasileiro, natural de Salvador-BA, escreve desde 1976 e é fundador e administrador do Projeto Roda Cultural, instituição virtual de apoio ás Artes e Artistas em geral. Autor dos E-books "Panorama da Artes", "No Litoral das Relações" , "Relações Instáveis", "O Amor Fala Francês", "O amor segundo a Bíblia", este último inspirado em uma matéria sua publicada no blog Mesa Farta e que teve mais de 10.000 leitores. O escritor Tony Casanova escreve em vários estilos, tendo herdado suas técnicas a partir de leituras feitas a partir de grandes vultos da literatura brasileira, entre os quais estão Castro Alves, Rui Barbosa, Cora Coralina, Érico Veríssimo, Carlos Drummond de Andrade e outros. Gosta do estilo lírico e tem forte inclinação a esta técnica. O autor tem várias publicações em suas páginas da internet. Entre os gêneros literários que escreve estão a Crônica, Poesia, Poema, Ficção e Romance.

Estamos no Twitter

publicidade