Reflexão | Os Frutos da Vida.

  A vida humana em muito se assemelha a uma árvore cujos qualidade dos frutos depende diretamente do que ela se alimenta e da forma como foi cuidada. Este comparativo é bastante interessante para percebermos como a vida funciona e como devemos prepará-la para que tenhamos dela frutos bons e de boa qualidade. Pessoas vivem e acreditam na vida de diversas formas existindo aqueles que acreditam na teoria da conspiração universal, outros no acaso, alguns em predestinação e uma parte acredita no acaso, enfim cada um tem sua própria visão em relação aos acontecimentos. Afirmar quem está certo ou errado não vem ao caso aqui, este não é o propósito do texto, mas abrir espaço para que cada um reflita sobre sua própria existência e observe suas atitudes e os frutos que foram colhidos. Este é o tema da primeira matéria de hoje, espero que você aprecie, deixe seu comentário e compartilhe. Continue lendo...


  Todos nós em nossas refeições ou mesmo no lanche gostamos de consumir frutas e ao escolhermos frutas para nosso consumo buscamos aquelas que gostamos, as mais bonitas, mais saborosas e de sabor agradável, porém há muitas frutas das quais o sabor, a aparência ou seu estado não nos agrada. Nem todos os frutos são doces, bons para consumir. Se a vida se assemelha a uma árvore, as pessoas são semelhantes aos frutos. Algumas são doces, outras ácidas, muitas são insossas, cada uma varia conforme foi alimentada. Você deve estar desejando perguntar: Como alimentada? Existem alimentos distintos para o corpo, para a mente e para a alma humana e são estes alimentos que mantém cada uma destas partes em perfeitas condições, mas para que que estas condições sejam perfeitas é preciso que a alimentação seja adequada.

   Os sentimentos humanos é um destes alimentos. É necessário entendermos que alguns sentimentos não devem ser consumidos por terem sabor desagradável além de serem nocivos á nossa alma. Mágoas, tristezas, dores, frustrações, angústias fazem parte deste rol de sentimentos ruins que não devem ser cultivados, pois seus frutos são de sabor não agradável e quando somos alimentados deles nos tornamos secos e amargos. Quando acumulamos dores, guardamos mágoas e nos permitimos viver tristes e abatidos nos tornamos semelhantes ao que comemos.  É preciso cautela ao consumirmos determinados tipos de sentimentos. Precisamos então fazer um jejum destes alimentos afim de nos livrarmos da sua contaminação.

  Neste momento pare um pouco e pense quantas atitudes boas os bons sentimentos te proporcionaram, nos momentos que alegria que viveu, mas você e eu sabemos que a vida não é feita só de sorrisos, de alegrias, mas de toda uma adversidade de sentimentos muitas vezes inevitáveis e com os quais devemos aprender a conviver separando aqueles que iremos guardar e quais devemos lançar fora. Elimine da mente os desejos de vingança, o ódio, as mágoas, tristezas e tudo que te faça sofrer. Faça um esforço e procure esquecê-los. Higienize a mente, busque para si boas lembranças, parta para novos objetivos, refaça-se, lute para ser feliz. Reserve um espaço na sua vida para reflexões, para meditar sobre quais alimentos você tem consumido e os benefícios ou malefícios desta alimentação. Procure ser sincero consigo e analise onde pode ser melhorado. Faça isso, melhore, viva e viva feliz. Um forte abraço e até a próxima.

A presente obra, bem como todos os textos contidos nesta web página encontram-se protegidos pelas Leis Nacionais e Internacionais de Direitos de Propriedade Intelectual, sendo proibidas as cópias, colagens, reprodução, divulgação ou uso dos conteúdos apresentados neste blog, independente dos meios ou finalidades, sem a autorização expressa do autor Tony Casanova, a quem cabe, única e exclusivamente os Direitos sobre o material apresentado. A violação destes Direitos se constitui crime previsto na Legislação e será punida com os rigores legais.

Para saber mais sobre Tony Casanova e aquisição de suas publicações, acesse ESTE LINK
......................................................................................................................................................

  Reflection | The Fruits of Life.

 Human life very much resembles a tree whose fruit quality depends directly on what it feeds on and how it was cared for. This comparative is interesting enough to realize how life works and how we should prepare it so that we have good fruits of good quality. People live and believe in life in various ways, there are those who believe in the theory of the universal conspiracy, others in chance, some in predestination, and some believe in chance, so each one has his own vision of events. To affirm who is right or wrong is not the point here, this is not the purpose of the text, but to open space for each one to reflect on his own existence and to observe his attitudes and the fruits that were harvested. This is the theme of today's first article, I hope you enjoy it, leave your comment and share. Keep reading...

  All of us in our meals or even in the snack we like to consume fruit and when we choose fruits for our consumption we look for those that we like, the most beautiful, the most tasty and pleasant, but there are many fruits of which the taste, the appearance or its state we do not like it. Not all fruits are sweet, good to consume. If life resembles a tree, people are like fruits. Some are sweet, others are acidic, many are bland, each varies as it is fed. You must be willing to ask: How fed? There are different foods for the body, the mind and the human soul and it is these foods that keep each of these parts in perfect condition, but for these conditions to be perfect it is necessary that the food is adequate.

   Human feelings is one of these foods. It is necessary to understand that some feelings should not be consumed because they have an unpleasant taste besides being harmful to our soul. Sorrows, sorrows, pains, frustrations, anguishes are part of this list of bad feelings that should not be cultivated, because their fruits are not pleasant taste and when we are fed of them we become dry and bitter. When we accumulate pains, we hold hurts and allow ourselves to live sad and dejected, we become similar to what we eat. Caution is required when consuming certain types of feelings. We must then fast these foods in order to get rid of their contamination.

  At this moment stop a little and think how many good attitudes the good feelings have given you, in the moments that joy that lived, but you and I know that life is not made only of smiles, of joys, but of all adversity of feelings often inevitable and with which we must learn to live together separating those that we will keep and which we should throw away. Eliminate from the mind the desires of revenge, hatred, sorrows, sorrows and everything that makes you suffer. Make an effort and try to forget them. Sanitize the mind, seek for good memories, go to new goals, refine yourself, strive to be happy. Reserve a space in your life for reflections, to meditate on which foods you have consumed and the benefits or harms of this food. Try to be honest with yourself and analyze where it can be improved. Do this, get better, live and live happily. A big hug and see you next time.

The present work, as well as all the texts contained in this web page, are protected by the National and International Laws of Intellectual Property Rights, being prohibited copies, collages, reproduction, dissemination or use of the contents presented in this blog, regardless of media or without the express authorization of the author Tony Casanova, who is solely and exclusively responsible for the material presented. The violation of these Rights constitutes a crime provided for in the Legislation and will be punished with the legal rigors.

To know more about Tony Casanova and the acquisition of his publications, visit THIS LINK
......................................................................................................................................................

   Reflexión | Los frutos de la vida.

 La vida humana en mucho se asemeja a un árbol cuya calidad de los frutos depende directamente de lo que se alimenta y de la forma en que fue cuidada. Este comparativo es bastante interesante para percibir cómo funciona la vida y cómo debemos prepararla para que tengamos de ella frutos buenos y de buena calidad. Las personas viven y creen en la vida de diversas formas existiendo aquellos que creen en la teoría de la conspiración universal, otros en el azar, algunos en predestinación y una parte cree en el azar, en fin cada uno tiene su propia visión en relación a los acontecimientos. Afirmar quien está bien o incorrecto no viene al caso aquí, éste no es el propósito del texto, sino abrir espacio para que cada uno reflexione sobre su propia existencia y observe sus actitudes y los frutos que fueron cosechados. Este es el tema de la primera materia de hoy, espero que usted disfrute, deje su comentario y comparta. Continuar leyendo ...

  Todos nosotros en nuestras comidas o incluso en la merienda nos gusta consumir frutas y al elegir frutas para nuestro consumo buscamos aquellas que nos gustan, las más bellas, más sabrosas y de sabor agradable, pero hay muchas frutas de las cuales el sabor, la apariencia o su estado no nos agrada. No todos los frutos son dulces, buenos para consumir. Si la vida se asemeja a un árbol, la gente es semejante a los frutos. Algunas son dulces, otras ácidas, muchas son insosas, cada una varía según fue alimentada. Usted debe estar deseando preguntar: ¿Cómo alimentada? Hay alimentos distintos para el cuerpo, para la mente y para el alma humana y son estos alimentos que mantienen cada una de estas partes en perfectas condiciones, pero para que estas condiciones sean perfectas es necesario que la alimentación sea adecuada.

   Los sentimientos humanos son uno de estos alimentos. Es necesario entender que algunos sentimientos no deben ser consumidos por tener sabor desagradable además de ser nocivos para nuestra alma. Las malas, tristezas, dolores, frustraciones, angustias forman parte de este rol de sentimientos malos que no deben ser cultivados, pues sus frutos son de sabor no agradable y cuando somos alimentados de ellos nos volvemos secos y amargos. Cuando acumulamos dolores, guardamos dolor y nos permitimos vivir tristes y abatidos nos volvemos semejantes a lo que comemos. Es preciso cautela al consumir ciertos tipos de sentimientos. Necesitamos entonces hacer un ayuno de estos alimentos para librarnos de su contaminación.

  En este momento pare un poco y piense cuantas actitudes buenas los buenos sentimientos te proporcionaron, en los momentos que alegría que vivió, pero tú y yo sabemos que la vida no es hecha sólo de sonrisas, de alegrías, sino de toda una adversidad de sentimientos muchas veces inevitables y con los que debemos aprender a convivir separando a aquellos que vamos a guardar y cuáles debemos arrojar. Elimina de la mente los deseos de venganza, el odio, las penas, las tristezas y todo lo que te haga sufrir. Haga un esfuerzo y trate de olvidarlos. Higienice la mente, busque para sí buenos recuerdos, parta para nuevos objetivos, se rehace, luche para ser feliz. Reserve un espacio en su vida para reflexiones, para meditar sobre qué alimentos ha consumido y los beneficios o los maleficios de esta alimentación. Busque ser sincero consigo y analice dónde se puede mejorar. Hazlo, mejore, viva y viva feliz. Un fuerte abrazo y hasta la próxima.

La presente obra, así como todos los textos contenidos en esta página web, se encuentran protegidos por las Leyes Nacionales e Internacionales de Derechos de Propiedad Intelectual, siendo prohibidas las copias, collages, reproducción, divulgación o uso de los contenidos presentados en este blog, independiente de los medios o sin la autorización expresa del autor Tony Casanova, a quien corresponde, única y exclusivamente los Derechos sobre el material presentado. La violación de estos Derechos se constituye crimen previsto en la Legislación y será sancionada con los rigores legales.

Para saber más sobre Tony Casanova y la adquisición de sus publicaciones, visite ESTE LINK
  

Estamos no Twitter

publicidade