Comportamento | A Razão da Falsa Felicidade.

    Tudo que está distante da verdade é falso ao passo que tudo que é falso deixa de ser real. A felicidade é um sonho humano. Quem não sonha em ser feliz? Todos nós almejamos a felicidade, resta-nos saber até que ponto este desejo toma conta de nós e qual caminho estamos tomando para alcançar os objetivos.  Falei antes em outras matérias sobre o assunto que o ser humano é tendente a sonhar, a buscar a felicidade e isto, definitivamente não é um erro, pelo contrário é um dever de cada um procurar ser feliz na vida. Pessoas que transbordam felicidade emitam esta felicidade para outras e criam um círculo que traz benefícios para todos. Saiba mais sobre este assunto, continue lendo...
  
  Na ilustração acima vemos um homem solitário caminhando em direção a uma árvore que nos parece próxima. Podemos notar que a árvore também está solitária, envolta na escuridão por onde caminha o homem, mas sob ela há uma luz. Podemos supor nesta imagem que o homem percorre um caminho e que seu objetivo que sabidamente encontra-se na árvore em questão. Outro fato que podemos notar é que há apenas um homem e uma árvore, não mais que isso.  No título descrevo "A Razão da Falsa Felicidade" e a moral de todo este texto está em afirmar que ser feliz depende de nós, exclusivamente de nós e que este caminho, esta busca é individual. Cada um escolhe qual trilha irá seguir, pois a árvore é única. 

  Não se pode, de forma alguma,  enganar a si mesmo fingindo uma felicidade que não existe, criando duas árvores ou tornando a escuridão do caminho em que se encontra ausente. Os opostos a felicidade são reais e nós conseguimos vê-los, mas sismamos em nos enganar tentando transformar mentiras em verdades.  Quando desejamos dois caminhos, é apenas por um deles que podemos caminhar, seguir em busca do que realmente queremos, mas ao mentirmos apagamos a trilha onde estávamos e e criamos outra não real. Trilhas criadas são falsas, refletem aquilo que gostaríamos de ter, mas não nos foi possível, trilas reais nos oferecem a certeza do que temos e a oportunidade de lutar para mudá-las conforme o nosso gosto.

  O ser humano, ambicioso, sem medir consequências, envereda pelos caminhos fáceis, livres e mentirosos, passando a fazer parte de uma rede de mentiras que lhe confere a "Falsa Felicidade", um estado momentâneo e ilusório que aos poucos vai revelando sua verdadeira utilidade, ou seja, desviá-lo do caminho onde estava. Não vou aqui me referir a quem agrada a mentira, a enganação, a omissão e as coisas negativas, acho desnecessário, até mesmo pelo fato de que todos sabem que sua arte preferida é iludir, destruir e aprisionar, fazer escravos para si.  O pior é que ao provar da falsa realidade, fazemos isto como se fosse ela fosse real, mesmo sabendo que a sua intenção é o fim, o nosso fim e o fim da nossa felicidade real.

  Dentro da sua tendência ambiciosa, o homem é descontente com a situação vivida e tende a buscar novas situações ainda que elas lhe tragam falsa felicidade, insegurança emocional, sofrimento e dor. Ele não mede esforços para mentir, iludir, omitir ou justificar-se pelos erros. Tudo que seus olhos veem são os momentos que poderão lhe custar uma vida de certezas e persegue estes momentos a todo custo, com riscos, perigos e muitas lágrimas. É a submissão plena que visa somente a satisfação pretendida então leva em conta  a realidade existente. Fico por aqui, se gostou compartilhe, comente, siga este blog.

A presente obra, bem como todos os textos contidos nesta web página encontram-se protegidos pelas Leis Nacionais e Internacionais de Direitos de Propriedade Intelectual, sendo proibidas as cópias, colagens, reprodução, divulgação ou uso dos conteúdos apresentados neste blog, independente dos meios ou finalidades, sem a autorização expressa do autor Tony Casanova, a quem cabe, única e exclusivamente os Direitos sobre o material apresentado. A violação destes Direitos se constitui crime previsto na Legislação e será punida com os rigores legais.

Para saber mais sobre Tony Casanova e aquisição de suas publicações, acesse ESTE LINK
................................................................................................................................................. 

 Behavior | The Reason for False Happiness.

 Everything that is far from the truth is false whereas everything that is false ceases to be real. Happiness is a human dream. Who does not dream of being happy? We all long for happiness, it remains for us to know to what extent this desire takes over us and which path we are taking to achieve the goals. I spoke earlier in other matters on the subject that the human being is inclined to dream, to seek happiness and this, definitely not a mistake, on the contrary it is a duty of each to seek to be happy in life. People who overflow happiness send this happiness to others and create a circle that benefits everyone. Learn more about this, continue reading ...
  
  In the illustration above we see a lonely man walking towards a tree that seems close to us. We can see that the tree is also solitary, shrouded in the darkness where the man walks, but under it there is a light. We can suppose in this image that man walks a path and that his goal that is known to be in the tree in question. Another fact that we can notice is that there is only one man and one tree, no more than that. In the title I describe "The Reason of False Happiness" and the moral of all this text is to affirm that to be happy depends on us, exclusively of us and that this way, this search is individual. Each one chooses which path to follow, for the tree is unique.

  One can not in any way deceive oneself by pretending a happiness that does not exist, creating two trees or making the darkness of the path in which one is absent. The opposites to happiness are real and we can see them, but we are deceived in trying to turn lies into truths. When we want two paths, it is only one of them that we can walk, pursue what we really want, but by lying we erase the path where we were and create another not real. Tracks created are false, reflect what we would like to have, but we were not able, real trees offer us the certainty of what we have and the opportunity to struggle to change them according to our taste.

  The human being, ambitious, without measuring consequences, goes through the easy, free and liar paths, becoming part of a network of lies that gives him "False Happiness", a momentary and illusory state that gradually reveals its true usefulness , that is, to divert him from the way he was. I do not go here to refer to anyone who likes lying, deceit, omission and negative things, I think it is unnecessary, even because everyone knows that their favorite art is to deceive, to destroy and to imprison, to make slaves for themselves. The worst is that in proving the false reality, we do it as if it were real, even knowing that its intention is the end, our end and the end of our real happiness.

  Within his ambitious tendency, the man is dissatisfied with the situation lived and tends to look for new situations even if they bring him false happiness, emotional insecurity, suffering and pain. He makes no effort to lie, deceive, omit, or justify himself for mistakes. All that your eyes see are the moments that can cost you a life of certainty and pursue these moments at all costs, with risks, dangers and many tears. It is full submission that aims only at the desired satisfaction so it takes into account the existing reality. I'm here, if you like to share, comment, follow this blog.

The present work, as well as all the texts contained in this web page, are protected by the National and International Laws of Intellectual Property Rights, being prohibited copies, collages, reproduction, dissemination or use of the contents presented in this blog, regardless of media or without the express authorization of the author Tony Casanova, who is solely and exclusively responsible for the material presented. The violation of these Rights constitutes a crime provided for in the Legislation and will be punished with the legal rigors.

To know more about Tony Casanova and the acquisition of his publications, visit THIS LINK
................................................................................................................................................

 Comportamiento | La Razón de la Falsa Felicidad.

 Todo lo que está lejos de la verdad es falso, mientras que todo lo que es falso deja de ser real. La felicidad es un sueño humano. ¿Quién no sueña con ser feliz? Todos nosotros anhelamos la felicidad, nos queda saber hasta qué punto este deseo nos cuanta y qué camino estamos tomando para alcanzar los objetivos. He hablado antes en otras materias sobre el asunto que el ser humano es tendido a soñar, a buscar la felicidad y esto, definitivamente no es un error, por el contrario es un deber de cada uno buscar ser feliz en la vida. Las personas que desbordan la felicidad emiten esta felicidad a otras y crean un círculo que trae beneficios para todos. Más información sobre este tema, siga leyendo ...
  
  En la ilustración anterior vemos a un hombre solitario caminando hacia un árbol que nos parece cercano. Podemos notar que el árbol también está solitario, envuelto en la oscuridad por donde camina el hombre, pero bajo ella hay una luz. Podemos suponer en esta imagen que el hombre recorre un camino y que su objetivo que sabidamente se encuentra en el árbol en cuestión. Otro hecho que podemos notar es que sólo hay un hombre y un árbol, no más que eso. En el título describo "La Razón de la Falsa Felicidad" y la moral de todo este texto está en afirmar que el ser feliz depende de nosotros, exclusivamente de nosotros y que este camino, esta búsqueda es individual. Cada uno escoge qué pista seguirá, pues el árbol es único.

  No se puede engañar a sí mismo fingiendo una felicidad que no existe, creando dos árboles o haciendo la oscuridad del camino en que se encuentra ausente. Los opuestos a la felicidad son reales y conseguimos verlos, pero sismamos en engañarnos intentando transformar mentiras en verdades. Cuando deseamos dos caminos, es sólo por uno de ellos que podemos caminar, seguir en busca de lo que realmente queremos, pero al mentir apagamos la pista donde estábamos y creamos otra no real. Las pistas creadas son falsas, reflejan lo que nos gustaría tener, pero no nos fue posible, trillas reales nos ofrecen la certeza de lo que tenemos y la oportunidad de luchar para cambiarlas según nuestro gusto.

  El ser humano, ambicioso, sin medir consecuencias, entra en los caminos fáciles, libres y mentirosos, pasando a formar parte de una red de mentiras que le confiere la "Falsa Felicidad", un estado momentáneo e ilusorio que poco a poco va revelando su verdadera utilidad , es decir, desviarse del camino donde estaba. No voy a referirme a quien agrada la mentira, el engaño, la omisión y las cosas negativas, creo innecesario, incluso por el hecho de que todos saben que su arte preferido es eludir, destruir y aprisionar, hacer esclavos para sí. Lo peor es que al probar la falsa realidad, lo hacemos como si fuese ella fuera real, aun sabiendo que su intención es el fin, nuestro fin y el fin de nuestra felicidad real.

  Dentro de su tendencia ambiciosa, el hombre es descontento con la situación vivida y tiende a buscar nuevas situaciones aunque ellas le traigan falsa felicidad, inseguridad emocional, sufrimiento y dolor. Él no mide esfuerzos para mentir, engañar, omitir o justificarse por los errores. Todo lo que sus ojos ven son los momentos que le pueden costar una vida de certezas y persigue estos momentos a toda costa, con riesgos, peligros y muchas lágrimas. Es la sumisión plena que busca solamente la satisfacción pretendida entonces tiene en cuenta la realidad existente. Estoy aquí, si te gusta compartir, comentar, siga este blog.

La presente obra, así como todos los textos contenidos en esta página web, se encuentran protegidos por las Leyes Nacionales e Internacionales de Derechos de Propiedad Intelectual, siendo prohibidas las copias, collages, reproducción, divulgación o uso de los contenidos presentados en este blog, independiente de los medios o sin la autorización expresa del autor Tony Casanova, a quien corresponde, única y exclusivamente los Derechos sobre el material presentado. La violación de estos Derechos se constituye crimen previsto en la Legislación y será sancionada con los rigores legales.

Para saber más sobre Tony Casanova y la adquisición de sus publicaciones, visite ESTE LINK

Quem sou eu

Minha foto

Tony Casanova, brasileiro, natural de Salvador-BA, escreve desde 1976 e é fundador e administrador do Projeto Roda Cultural, instituição virtual de apoio ás Artes e Artistas em geral. Autor dos E-books "Panorama da Artes", "No Litoral das Relações" , "Relações Instáveis", "O Amor Fala Francês", "O amor segundo a Bíblia", este último inspirado em uma matéria sua publicada no blog Mesa Farta e que teve mais de 10.000 leitores. O escritor Tony Casanova escreve em vários estilos, tendo herdado suas técnicas a partir de leituras feitas a partir de grandes vultos da literatura brasileira, entre os quais estão Castro Alves, Rui Barbosa, Cora Coralina, Érico Veríssimo, Carlos Drummond de Andrade e outros. Gosta do estilo lírico e tem forte inclinação a esta técnica. O autor tem várias publicações em suas páginas da internet. Entre os gêneros literários que escreve estão a Crônica, Poesia, Poema, Ficção e Romance.

Estamos no Twitter

publicidade