Natal | Falando Sobre o Renascimento. | Significado do Natal.

  Estamos nos aproximando da data em que comemoramos o Natal neste dia 25 próximo. A data é instituída como sendo a data em que nasceu o menino Jesus, apesar de que é uma oficialização que difere em algumas regiões pelo fato de se considerar o dia do nascimento real incerto. O fato é que grande parte do mundo adotou 25 de Dezembro como sendo a data oficial de celebração do nascimento de Jesus. Nesta época se reúnem pessoas cristãos de diversos Países para a comemoração. Há divergências na forma de comemoração de acordo com as culturas locais, credos e doutrinas, sendo para
uns uma data estritamente familiar e para outros ela é coletiva. Muitos preferem isolar-se em reflexões, outros reunir-se com a família e outros ainda preferem os festejos. Na maioria dos Países capitalistas há o hábito de iluminar ambientes com luzes coloridas,enfeitar com árvores e ofertar presentes aos mais próximos, embora esta não seja uma tradição cultivada em todos os lugares onde se comemora o Natal.
  Hoje vou me ater a uma palavra muito usada na época de Natal e que representa a razão maior da celebração; o Nascimento. Quando Deus enviou seu filho unigênito ao mundo Ele tinha um propósito, portanto a vinda de Jesus não foi em vão. Deus tinha um objetivo e uma promessa para todos nós, a salvação. Jesus então nasceu e ao longo da sua jornada na terra sofreu toda sorte de injustiças, perseguições e humilhações. Poderia Ele ter vindo como um Deus e aniquilar seus opositores, destruir aqueles que não fossem do seu agrado, castigar de forma que todos eles soubessem que Ele era o filho de Deus, mas não era este o propósito do seu pai. Jesus fora enviado para a salvação e não para a destruição do mundo. Cabia a Ele ser a luz da verdade e trazer ao mundo a chance de arrependimento e a oportunidade de salvação.
  Jesus não possuía bens e toda sua riqueza consistia no amor de Deus, e isto lhe bastava. Nunca atentou para nada que pudesse satisfazer-lhe a matéria e sabia exatamente qual a sua missão. E nossa época há quem não acredite em Jesus, mas o fato é que isto não muda nada. Não é o credo humano que afeta a existência de Deus, muito menos apaga a vinda do seu filho Jesus Cristo. Todas, sim todas as suas palavras estão sendo cumpridas, independente de acreditarmos ou não. Se cremos, confessarmos e de verdade nos arrependermos obteremos o perdão e a salvação de Deus, mas sem fé é impossível agradá-lo. Mas há algo além da fé que é de extrema importância no processo de salvação humana; são as obras desta fé. Obras que de fato comprovem que somos dignos de sermos chamados Filhos de Deus.
  Como assim Filhos de Deus? Sim, entramos agora no campo do Renascimento. Esta palavra base mestre do Natal e que culmina com o propósito da vinda de Jesus Cristo nós podemos encontrar no livro de João capítulo 10 e versículo 10: "O ladrão não vem senão a roubar, a matar e a destruir; eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância".  Ora, nós já estamos aqui porque nascemos, como Jesus disse que vem para que tenhamos vida se nós já a temos? Leia o livro inteiro de João e entenderá sobre o batismo e o renascimento. Ao aceitarmos a Jesus como Senhor e único Salvador de nossas vidas nós renascemos com Ele. Ganhamos vida nova, ou seja, o Renascimento. Somos assim novas criaturas e tudo se faz novo em nossas vidas. Virão novos hábitos, costumes, pensamentos, falas. Mudarão gestos, entonações, enfim tudo mudará sob a influência do Espírito Santo de Deus que passará a habitar em nós.
  Este é o verdadeiro Espírito do Natal; Um nasce para que outros morram e assim possam renascer em Cristo Nosso Senhor. Não é uma data para deleite do corpo, mas para regozijo do Espírito. Não é data para se espalhar, mas para ajuntar. Não uma data para o ódio, mas para a plenitude do amor. É uma celebração estritamente de fé, paz e harmonia onde devemos lembrar que se estamos vivos é porque Ele morreu por nós, em nosso lugar. Ele nos deu oportunidade para sermos salvos deste mundo. Infelizmente nem todos creem desta forma e nem todos serão salvos, mas há uma promessa para aqueles que de fato creem: João capítulo 3 e versículo 15 que diz - "Para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna".  Que neste Natal Deus possa abençoar ricamente a tua vida e te dê sabedoria para tuas ações afim de que todas as bençãos possam ser multiplicadas. Feliz Natal.

A presente obra, bem como todos os textos contidos nesta web página encontram-se protegidos pelas Leis Nacionais e Internacionais de Direitos de Propriedade Intelectual, sendo proibidas as cópias, colagens, reprodução, divulgação ou uso dos conteúdos apresentados neste blog, independente dos meios ou finalidades, sem a autorização expressa do autor Tony Casanova, a quem cabe, única e exclusivamente os Direitos sobre o material apresentado. A violação destes Direitos se constitui crime previsto na Legislação e será punida com os rigores legais.

Para saber mais sobre Tony Casanova e aquisição de suas publicações, acesse ESTE LINK
........................................................................................................................................

Christmas | Talking About Rebirth. | Meaning of Christmas.

We are approaching the date we celebrate Christmas on this coming 25th. The date is established as the date when the baby Jesus was born, although it is an officialization that differs in some regions because the actual birth day is considered uncertain. The fact is that much of the world adopted December 25 as the official date of celebration of the birth of Jesus. At this time, Christian people from different countries gather for the celebration. There are divergences in the form of commemoration according to local cultures, creeds and doctrines, being for some a strictly familiar date and for others it is collective. Many prefer to isolate themselves in reflections, others to reunite with the family and others still prefer the celebrations. In most capitalist countries there is a habit of illuminating environments with colored lights, spruce with trees, and giving gifts to the nearest ones, although this is not a tradition cultivated in all places where Christmas is celebrated.

Today I will stick to a word very used in the Christmas season and that represents the biggest reason of the celebration; the birth. When God sent his only begotten Son into the world He had a purpose, so the coming of Jesus was not in vain. God had a purpose and a promise to us all, salvation. Jesus was then born and throughout his journey on earth suffered all sorts of injustices, persecutions and humiliations. He could have come as a God and annihilate his opponents, destroy those whom he disliked, punish so that they all knew that he was the son of God, but that was not his father's purpose. Jesus was sent for salvation and not for the destruction of the world. It was up to Him to be the light of truth and to bring the world a chance for repentance and the opportunity for salvation.

Jesus had no possessions and all his wealth consisted in the love of God, and that was enough for him. He never considered anything that could satisfy the matter and knew exactly what his mission was. And in our time there are those who do not believe in Jesus, but the fact is that this does not change anything. It is not the human creed that affects the existence of God, much less erases the coming of his son Jesus Christ. All, yes all your words are being fulfilled, regardless of whether we believe or not. If we believe, confess, and truly repent we will obtain God's forgiveness and salvation, but without faith it is impossible to please Him. But there is something beyond faith that is of utmost importance in the process of human salvation; are the works of this faith. Works that actually prove that we are worthy of being called the Children of God.

What do you mean, Sons of God? Yes, we are now entering the field of the Renaissance. This basic word of Christmas and culminating with the purpose of the coming of Jesus Christ we can find in the book of John chapter 10 and verse 10: "The thief cometh not, but to steal, to kill, and to destroy: I am come that they may have life and have it in abundance. " Why, are we already here because we are born, as Jesus said, coming so we can have life if we already have it? Read the entire book of John and you will understand about baptism and rebirth. As we accept Jesus as Lord and only Savior of our lives, we are reborn with Him. We gain new life, that is, the Renaissance. We are so new creatures and everything becomes new in our lives. New habits, customs, thoughts, speech will come. They will change gestures, intonations, finally everything will change under the influence of the Holy Spirit of God that will come to dwell in us.

This is the true Spirit of Christmas; One is born so that others may die and thus may be reborn in Christ our Lord. It is not a date for the delight of the body, but for the rejoicing of the Spirit. It is no date to spread, but to gather. Not a date for hatred, but for the fullness of love. It is a celebration of strict faith, peace and harmony where we must remember that if we are alive it is because He died for us, in our place. He has given us the opportunity to be saved from this world. Unfortunately not everyone believes this way and not all will be saved, but there is a promise to those who do believe: John chapter 3 and verse 15 that says, "That whosoever believeth in him should not perish but have everlasting life." May this Christmas God richly bless your life and give you wisdom for your actions so that all blessings can be multiplied. Merry Christmas.

The present work, as well as all the texts contained in this web page, are protected by the National and International Laws of Intellectual Property Rights, being prohibited copies, collages, reproduction, dissemination or use of the contents presented in this blog, regardless of media or without the express authorization of the author Tony Casanova, who is solely and exclusively responsible for the material presented. The violation of these Rights constitutes a crime provided for in the Legislation and will be punished with the legal rigors.

To know more about Tony Casanova and the acquisition of his publications, visit THIS LINK
.................................................................................................................................


Navidad | Hablando sobre el Renacimiento. | Significado de la Navidad.

Estamos cerca de la fecha en que celebramos la Navidad en este día 25 próximo. La fecha se establece como la fecha en que nació el niño Jesús, a pesar de que es una oficialización que difiere en algunas regiones por el hecho de considerar el día del nacimiento real incierto. El hecho es que gran parte del mundo adoptó el 25 de diciembre como la fecha oficial de celebración del nacimiento de Jesús. En esta época se reúnen personas cristianas de diversos países para la conmemoración. Hay divergencias en la forma de celebración de acuerdo con las culturas locales, credos y doctrinas, siendo para unos una fecha estrictamente familiar y para otros es colectiva. Muchos prefieren aislarse en reflexiones, otros se reúnen con la familia y otros todavía prefieren los festejos. En la mayoría de los países capitalistas hay el hábito de iluminar ambientes con luces de colores, adornar con árboles y ofrecer regalos a los más cercanos, aunque esta no es una tradición cultivada en todos los lugares donde se celebra la Navidad.

Hoy me voy a una palabra muy usada en la época de Navidad y que representa la razón mayor de la celebración; nacimiento. Cuando Dios envió a su hijo unigénito al mundo, tenía un propósito, por lo que la venida de Jesús no fue en vano. Dios tenía un objetivo y una promesa para todos nosotros, la salvación. Jesús entonces nació y a lo largo de su viaje en la tierra sufrió toda suerte de injusticias, persecuciones y humillaciones. Podría haber venido como un Dios y aniquilar a sus opositores, destruir a aquellos que no fueran de su agrado, castigar de modo que todos ellos supieran que Él era el hijo de Dios, pero no era éste el propósito de su padre. Jesús fue enviado a la salvación y no a la destrucción del mundo. Le cabía a Él ser la luz de la verdad y traer al mundo la oportunidad de arrepentimiento y la oportunidad de salvación.

Jesús no poseía bienes y toda su riqueza consistía en el amor de Dios, y esto le bastaba. Nunca atentó para nada que pudiera satisfacerle la materia y sabía exactamente cuál era su misión. Y nuestra época hay quien no crea en Jesús, pero el hecho es que esto no cambia nada. No es el credo humano que afecta la existencia de Dios, mucho menos apaga la venida de su hijo Jesucristo. Todas, sí todas sus palabras están siendo cumplidas, independientemente de creer o no. Si creemos, confesamos y de verdad nos arrepentiremos obtendremos el perdón y la salvación de Dios, pero sin fe es imposible agradarle. Pero hay algo más allá de la fe que es de extrema importancia en el proceso de salvación humana; son las obras de esta fe. Obras que de hecho comprueben que somos dignos de ser llamados Hijos de Dios.

¿Cómo así Hijos de Dios? Sí, entramos ahora en el campo del Renacimiento. Esta palabra base principal de la Navidad y que culmina con el propósito de la venida de Jesucristo podemos encontrar en el libro de Juan capítulo 10 y versículo 10: "El ladrón no viene sino a robar, a matar ya destruir, he venido para que tengan vida y la tengan en abundancia. Ahora bien, ya estamos aquí porque nacimos, como Jesús dijo que viene para que tengamos vida si ya la tenemos? Lea el libro entero de Juan y entenderá sobre el bautismo y el renacimiento. Al aceptar a Jesús como Señor y único Salvador de nuestras vidas, renacimos con Él. Ganamos vida nueva, o sea, el Renacimiento. Somos así nuevas criaturas y todo se hace nuevo en nuestras vidas. Vendrán nuevos hábitos, costumbres, pensamientos, palabras. Cambiarán gestos, entonaciones, en fin todo cambiará bajo la influencia del Espíritu Santo de Dios que pasará a habitar en nosotros.

Este es el verdadero Espíritu de la Navidad; Un nace para que otros mueran y así puedan renacer en Cristo Nuestro Señor. No es una fecha para deleite del cuerpo, sino para regocijo del Espíritu. No es fecha para extenderse, sino para juntar. No una fecha para el odio, sino para la plenitud del amor. Es una celebración estrictamente de fe, paz y armonía donde debemos recordar que si estamos vivos es porque Él murió por nosotros, en nuestro lugar. Él nos dio la oportunidad de ser salvos de este mundo. Desgraciadamente no todos creen de esta manera y no todos serán salvos, pero hay una promesa para aquellos que de hecho creen: Juan capítulo 3 y versículo 15 que dice - "Para que todo aquel que en él cree no perezca, sino que tenga vida eterna. Que en esta Navidad Dios pueda bendecir ricamente tu vida y te dé sabiduría para tus acciones para que todas las bendiciones puedan ser multiplicadas. Feliz navidad.

La presente obra, así como todos los textos contenidos en esta página web, se encuentran protegidos por las Leyes Nacionales e Internacionales de Derechos de Propiedad Intelectual, siendo prohibidas las copias, collages, reproducción, divulgación o uso de los contenidos presentados en este blog, independiente de los medios o sin la autorización expresa del autor Tony Casanova, a quien corresponde, única y exclusivamente los Derechos sobre el material presentado. La violación de estos Derechos se constituye crimen previsto en la Legislación y será sancionada con los rigores legales.

Para saber más sobre Tony Casanova y la adquisición de sus publicaciones, visite ESTE LINK

Quem sou eu

Minha foto

Tony Casanova, brasileiro, natural de Salvador-BA, escreve desde 1976 e é fundador e administrador do Projeto Roda Cultural, instituição virtual de apoio ás Artes e Artistas em geral. Autor dos E-books "Panorama da Artes", "No Litoral das Relações" , "Relações Instáveis", "O Amor Fala Francês", "O amor segundo a Bíblia", este último inspirado em uma matéria sua publicada no blog Mesa Farta e que teve mais de 10.000 leitores. O escritor Tony Casanova escreve em vários estilos, tendo herdado suas técnicas a partir de leituras feitas a partir de grandes vultos da literatura brasileira, entre os quais estão Castro Alves, Rui Barbosa, Cora Coralina, Érico Veríssimo, Carlos Drummond de Andrade e outros. Gosta do estilo lírico e tem forte inclinação a esta técnica. O autor tem várias publicações em suas páginas da internet. Entre os gêneros literários que escreve estão a Crônica, Poesia, Poema, Ficção e Romance.

Estamos no Twitter

publicidade